Enem dos Concursos é definido: mais de 6 mil vagas, confira!

Como participar do Enem dos Concursos? Já é possível se inscrever no processo seletivo do Governo? Mostramos os principais detalhes.

Temos uma ótima notícia para os concurseiros brasileiros, e para todas as outras pessoas que desejam trabalhar no serviço público: o Enem dos Concursos acaba de ser definido pelo Governo Federal! É isso mesmo: recentemente, a União divulgou as principais regras do processo seletivo. De acordo com os comunicados oficiais do Governo, a primeira versão do edital deve disponibilizar mais de 6 mil vagas.

O Enem dos Concursos, nesse sentido, pode ser a oportunidade perfeita para os brasileiros que sonham em trabalhar para o Governo, tanto na esfera federal quanto nas administrações estaduais e municipais. Desse modo, quando serão realizadas as provas? E, ainda mais importante: quem poderá se inscrever no processo seletivo? No guia que vamos mostrar abaixo, você pode conferir a resposta de todas estas perguntas!

O que é o Enem dos Concursos?

Antes de falar sobre as regras e o modelo de aplicação do Enem dos Concursos, devemos traçar um panorama mais amplo sobre a criação do processo seletivo, além de seus principais objetivos.

O Enem dos Concursos, na verdade, é o nome popular do Concurso Nacional Unificado. A criação do processo seletivo foi sugerida pelo Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos em setembro deste ano.

Em termos mais práticos, o Enem dos Concursos nada mais é do que um processo de seleção no qual os brasileiros podem concorrer a vagas de emprego em diferentes órgãos do Governo – tudo isso com o pagamento de uma taxa única de inscrição.

De acordo com informações confirmadas pelo Governo, o exame acontecerá em todas as regiões do país, em um modelo muito parecido com o do Enem. As provas, nesse sentido, devem ser aplicadas em 180 cidades diferentes.

Um dos principais objetivos do Enem dos concursos é padronizar a aplicação dos concursos públicos e deixar mais práticas a seleção de servidores nos órgãos do Governo – como o INSS, por exemplo.

Veja também: 8 erros que podem arruinar o exame do concurso que você quer prestar

Banca do Enem dos Concursos é definida

Na última semana, o Governo Federal divulgou mais informações sobre o Enem dos Concursos. O Ministério da Gestão e Inovação no Serviço Público (MGI), por exemplo, confirmou que a Fundação Cesgranrio será a responsável pela organização das provas e definição do edital.

O processo de escolha da banca organizadora foi realizado pela Controladoria Geral da União (CGU), pela Advocacia-Geral da União (AGU) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A assinatura do contrato com a empresa, segundo o MGI, deve acontecer até o final do mês.

“O Governo Federal tem a experiência do Enem, mas é a primeira vez que estamos fazendo uma prova de concurso público desse vulto, envolvendo 21 órgãos. Por isso, buscamos o apoio dos órgãos de controle desde o princípio, para que todas as etapas do concurso estejam em conformidade com as melhores práticas de gestão, transparência, legalidade e impessoalidade”, diz Maria Aparecida Chagas Pereira, diretora de Provimento e Movimentação de Pessoal do MGI.

Processo seletivo já tem comissão formada

Além da banca de aplicação das provas, o Governo Federal divulgou também a comissão organizadora do Enem dos Concursos. A composição da comissão foi confirmada pela União, e publicada no Diário Oficial na última segunda-feira (20 de novembro).

Sob esse mesmo ponto de vista, de acordo com as atualizações oficiais do MGI, a comissão do Enem dos Concursos terá os seguintes membros:

  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos – MGI
  • Advocacia-Geral da União (AGU)
  • Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)
  • Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
  • Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

Como vai funcionar o Enem dos Concursos?

O funcionamento do Enem dos Concursos, ao que tudo indica, será muito parecido com o do Enem. Os candidatos, em um primeiro momento, deverão escolher uma das áreas disponíveis de atuação e, em seguida, seguir as orientações do MGI para confirmar o cadastro.

Em sua primeira versão, o Concurso Nacional Unificado engloba as seguintes áreas de atuação, também conhecidas como “blocos temáticos”:

  • Administração e finanças públicas
  • Setores econômicos, infraestrutura e regulação
  • Agricultura, meio ambiente e desenvolvimento agrário
  • Educação, ciência, tecnologia e inovação
  • Políticas sociais, justiça e saúde
  • Trabalho e previdência
  • Dados, tecnologia e informação.

Com a seleção do bloco temático, os candidatos também devem selecionar qual vaga deseja obter, de acordo com a lista completa de oportunidades de trabalho. Finalmente, a inscrição é encerrada com o pagamento da taxa – cujo valor ainda não foi divulgado.

Conheça as vagas do Enem dos Concursos

As oportunidades de trabalho disponibilizadas no Enem dos Concursos, como citamos anteriormente, superam 6 mil! Abaixo, você pode conferir a lista completa e atualizada:

  • Advocacia-Geral da União (AGU): 400 vagas;
  • Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL): 40 vagas;
  • Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS): 35 vagas;
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ): 30 vagas;
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai): 502 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): 895 vagas;
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): 742 vagas;
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP): 50 vagas;
  • Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa): 520 vagas;
  • Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI): 296 vagas;
  • Ministério da Cultura (MinC): 50 vagas;
  • Ministério da Educação (MEC): 70 vagas;
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) e Transversais: 1.480 vagas;
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP): 130 vagas;
  • Ministério da Saúde (MS): 220 vagas;
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC): 110 vagas;
  • Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO): 60 vagas;
  • Ministério do Trabalho e Emprego (MTE): 900 vagas;
  • Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) 40 vagas;
  • Ministério dos Povos Indígenas (MPI): 30 vagas;
  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC): 40 vagas.

Veja também: Companhia de Trânsito abre dezenas de vagas através de concursos: salários de até R$ 7,1 mi

Quando acontecerá o processo seletivo?

Por fim, temos um dos questionamentos mais importantes dos brasileiros: quando será realizado o Enem dos Concursos?

O edital do Concurso Nacional Unificado, segundo o Governo, será divulgado no dia 20 de dezembro. Portanto, as inscrições ainda não estão abertas.

As provas propriamente ditas serão aplicadas no dia 25 de fevereiro de 2024, e a partir daí, os resultados devem ser divulgados em meados de abril.

Agora que você já conhece os detalhes mais importantes sobre o Enem dos concursos, veja o vídeo abaixo para entender como arrasar nas provas: