Descubra se você ainda se encaixa nas regras ANTIGAS da aposentadoria; os critérios foram revelados HOJE (19/02)

As normas para se aposentar mudaram e, por isso, é importante entender quais são os critérios atuais. Algumas pessoas, contudo, ainda se encaixam nas regras antigas da aposentadoria.

Em meio às mudanças trazidas pela Reforma da Previdência de 2019, muitos se perguntam se ainda é possível se aposentar pelas regras antigas.

A boa notícia é que sim, determinados profissionais possuem o direito adquirido e podem se aposentar sob as condições previamente estabelecidas.

Dessa forma, é importante que você entenda quais são essas normas para saber se ainda pode se aproveitar delas ou se deve se enquadrar nas mudanças atuais.

Você sabia que as regras antigas da aposentadoria ainda estão valendo? Confira quais são!
Você sabia que as regras antigas da aposentadoria ainda estão valendo? Confira quais são! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Entendendo o que mudou nas regras antigas da aposentadoria

A reforma alterou significativamente o cálculo dos benefícios, principalmente em relação à média salarial, que passou a considerar todos os salários desde julho de 1994, impactando diretamente o valor final da aposentadoria.

Além disso, o tempo de contribuição se tornou ainda mais crucial na determinação do benefício.

Quem pode se aproveitar das regras antigas da aposentadoria?

A possibilidade de se aposentar pelas regras antigas está reservada àqueles que já cumpriam os requisitos antes de 13 de novembro de 2019. Isso inclui:

  1. Aposentadoria por tempo de contribuição: primeiramente, homens com 35 anos e mulheres com 30 anos de contribuição podiam se aposentar sem idade mínima. Essa modalidade permitia o cálculo do benefício pela média dos 80% maiores salários de contribuição, considerando ainda o fator previdenciário;
  2. Fórmula 85/95: em seguida, essa regra permitia alcançar 100% do salário de benefício sem a aplicação do fator previdenciário, contanto que a soma da idade e do tempo de contribuição atingisse 85 (mulheres) ou 95 (homens) até 2019;
  3. Aposentadoria por idade: ademais, homens de 65 anos e mulheres de 60 anos, com pelo menos 15 anos de contribuição, também se enquadram nas regras antigas, podendo se beneficiar de um cálculo mais vantajoso.

Saiba mais: Evite cometer ESTES erros se quiser se aposentar como MEI!

Estratégias para uma aposentadoria vantajosa

Para aqueles que estão na iminência de se aposentar ou já cumprem os requisitos, algumas estratégias podem ser adotadas para garantir uma aposentadoria mais vantajosa:

  • Revisão dos benefícios: é possível solicitar uma revisão dos benefícios junto ao INSS, considerando até dez anos após o primeiro recebimento. Caso a revisão seja negada, ainda há a possibilidade de recorrer judicialmente;
  • Consultoria especializada: além disso, dada a complexidade das leis previdenciárias, buscar orientação de um profissional especializado pode proporcionar uma visão clara das melhores opções e estratégias a serem seguidas.

Como fazer o cálculo da aposentadoria?

Para calcular a aposentadoria, primeiro identifique qual regra se aplica ao seu caso, como tempo de contribuição, idade ou pontos.

Some todas as suas contribuições ao INSS e ajuste pelo índice oficial para atualizar os valores. Para regras antigas, utilize a média dos 80% maiores salários desde julho de 1994. Após a reforma, a média considera todos os salários.

Aplique o fator previdenciário ou a regra 85/95, se aplicável, para ajustar o benefício. Considere procurar um especialista para orientação precisa, pois as regras podem variar e sofrer atualizações.

Uma janela de oportunidade

Embora a Reforma da Previdência tenha estreitado as possibilidades, ainda existe uma janela de oportunidade para aqueles que se enquadram nas regras antigas.

Compreender seus direitos e possibilidades é o primeiro passo para garantir uma aposentadoria justa e adequada aos seus anos de contribuição.

Dessa forma, se você acredita que se encaixa nesse perfil, não deixe de explorar suas opções e buscar o máximo de benefícios para a sua aposentadoria.

Acompanhe também: Conheça TODOS os detalhes sobre a aposentadoria por idade e veja como solicitar hoje mesmo!