Caixa abre nova modalidade de empréstimo para negativados e libera até R$ 100 mil: Veja como solicitar

Atualizado Hoje!

Confira como funciona essa nova opção de créditos pela Caixa Econômica Federal! Liberação acontece sem consulta ao SPC e Serasa

Com a pandemia, muitas pessoas passaram a procurar opções de crédito e não estão conseguindo boas alternativas nas principais empresas e servidoras. É justamente por isso que o empréstimo para negativados pela Caixa Econômica Federal está crescendo muito. 

A partir dessa nova modalidade, de acordo com o site do banco, é possível sair com dinheiro na hora. Conheça essa nova opção e saiba como obter até R$ 100 mil rapidamente. 

Empréstimo para negativados Caixa

Grande parte dos brasileiros que precisam de ajuda financeira procuram empresas especializadas. Existe a ideia de que os grandes bancos acabam cobrando juros altos e possuem muita burocracia. 

Mas isso nem sempre é verdade. O empréstimo para negativados da Caixa é uma opção recente e que está funcionando a partir de uma forma de garantia que está voltando a ser muito usada: o penhor. 

Penhor Caixa

A linha de crédito que estamos falando – que não prevê análise de crédito e libera o dinheiro rapidamente – é o Penhor Caixa. Esse serviço está ganhando destaque porque oferece taxas menores do que do mercado e, geralmente, sem burocracias. 

O empréstimo por Penhor da Caixa não tem análise de cadastro e, melhor ainda, não precisa de avalista. Isso diminui muito a burocracia e o tempo de solicitação e resultado dos pedidos de empréstimo. 

Muitas pessoas estão procurando detalhes sobre como pedir empréstimo na Caixa com nome sujo sem saber ainda desta opção. Por isso, a seguir, vamos falar um pouco mais sobre isso. 

Penhor Caixa até R$ 100 mil – Como funciona

Muitas pessoas acabam não optando por essa modalidade porque não sabem exatamente quais são as regras. Por isso é importante saber como funciona o Penhor Caixa para conseguir obter até R$ 100 mil. 

O funcionamento é simples: os interessados podem usar bens pessoais como uma espécie de garantia para obter um empréstimo da Caixa por penhor. A avaliação será feita e os interessados vão receber uma proposta de valor específica. 

Depois de feito o contrato do penhor, os clientes vão pagar as parcelas normalmente. No fim dos pagamentos, podem retirar os seus bens sem precisar pagar nenhum adicional. 

E o que pode ser penhorado para empréstimo na Caixa? Os itens são:

  • Diamantes; 
  • Joias; 
  • Relógios de valor; 
  • Canetas de valor; 
  • Pratarias de valor; entre outros. 

Valores de empréstimo Penhor Caixa

Também é importante ficar atento aos limites do Penhor da Caixa – que podem chegar a 100% do valor de garantia. 

De acordo com o site oficial do banco, o valor máximo de empréstimo pelo Penhor Caixa é de R$ 100 mil. Isso varia de acordo com o item que está sendo disponibilizado e com a avaliação feita pelos profissionais. 

Veja Também: Saiu novo pagamento: Veja quem são os Trabalhadores que podem sacar o Auxílio a partir de 06/09

Como solicitar Penhor Caixa 

Agora vamos ao que interessa: como solicitar o empréstimo pela modalidade Penhor Caixa? Por ser um tipo de solicitação que exige avaliação, é necessário que todo o processo seja feito presencialmente. 

O passo a passo para solicitar empréstimo de penhor da Caixa fica assim:

  1. Acesse o site de crédito de Penhor Caixa para conferir todas as informações (https://www.caixa.gov.br/voce/credito-financiamento/penhor/Paginas/default.aspx); 
  2. Depois de tirar as dúvidas, vá até uma agência da Caixa Econômica Federal; 
  3. Tenha em mãos o seu bem de valor como garantia;
  4. Leve também sua documentação completa: RG, CPF e comprovante de residência para cadastro;
  5. O bem que você levou será avaliado pode um agente do banco; 
  6. Agora será feita uma avaliação completa do valor que poderá ser liberado para você; 
  7. Em alguns casos é possível negociar as condições do empréstimo por Penhor Caixa no mesmo dia da solicitação;
  8. Depois de receber a aprovação, você pode ir até a agência do banco novamente ou conseguir mais informações pelo telefone 0800 726 8068.

 

Leia Também