3 benefícios DISPONÍVEIS no Caixa Tem em fevereiro; PINGOU AI?

O Caixa Tem acabou se tornando um aplicativo primordial para quem recebe pagamentos do governo. Neste mês, aliás, há novidades no app.

Em tempos de economia apertada, uma notícia como essa é um alívio: o aplicativo Caixa Tem está liberando o saque de três importantes benefícios sociais em fevereiro.

Criado inicialmente para facilitar o repasse do auxílio emergencial, o Caixa Tem evoluiu, oferecendo uma gama de serviços bancários e agora, mais do que nunca, se torna um canal vital para o acesso a benefícios essenciais para milhares de brasileiros. Confira as novidades.

O Caixa Tem está com pagamentos imperdíveis para os brasileiros. Veja quais você pode receber!
O Caixa Tem está com pagamentos imperdíveis para os brasileiros. Veja quais você pode receber! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Três novos pagamentos no Caixa Tem

A princípio, como dito anteriormente, o Caixa Tem comporta os pagamentos mais importantes do governo para milhões de beneficiários. Todos os meses há entrega de algum benefício.

Dessa vez, fevereiro não pegou leve e já tratou de trazer três grandes valores para os cidadãos. Portanto, se você precisa de uma grana, veja abaixo como conseguir.

FGTS: uma poupança obrigatória

O FGTS é o primeiro na lista de pagamentos, funcionando como uma espécie de poupança forçada, na qual os valores caem mensalmente pelos empregadores em nome dos empregados.

Estes valores são fundamentais para o pagamento de benefícios como o seguro-desemprego ou para saques em situações específicas como calamidade pública e rescisão do contrato de trabalho.

Quando posso sacar o FGTS no Caixa Tem?

Em síntese, o FGTS apenas permite o saque de algum valor quando os trabalhadores estão dentro das regras de concessão. Algumas modalidades do FGTS incluem:

  1. Saque-rescisão: pagamento para quem recebe demissão sem justa causa;
  2. Saque-aniversário: permite saque anual de parte do saldo em mês de aniversário;
  3. Saque-calamidade: para vítimas de desastres naturais em áreas de emergência;
  4. Saque-imediato: opção de retirar valor limitado, independente de condição;
  5. Saque por aposentadoria: disponível ao se aposentar;
  6. Saque para casa própria: uso do saldo para comprar ou quitar imóvel.

Bolsa Família: apoio às famílias de baixa renda

Em seguida, o Bolsa Família, conhecido por ser o maior programa de transferência de renda social do país, é destinado a famílias de baixa renda, com a finalidade de combater a pobreza e a desigualdade.

Para se qualificar, as famílias precisam estar cadastradas no CadÚnico e atender a uma série de requisitos, como a manutenção do cartão de vacinação das crianças e a frequência escolar de crianças e adolescentes.

Como faço o registro no CadÚnico?

Ademais, para se cadastrar no Bolsa Família, visite o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo com documentos pessoais de todos os membros da família, como RG, CPF, certidão de nascimento para crianças, e comprovante de residência.

O cadastro é feito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A elegibilidade é avaliada com base na renda familiar e outras condições estabelecidas pelo programa.

Confira mais matérias: Entrou no VERMELHO? Veja como fazer seu dinheiro RENDER neste ano para se recuperar financeiramente!

Seguro-desemprego: um alento em tempos difíceis

Por último, mas não menos importante, está o seguro-desemprego, disponibilizado pelo Caixa Tem para trabalhadores demitidos sem justa causa.

Em suma, este benefício oferece um suporte financeiro temporário e é fundamental para a manutenção do bem-estar do trabalhador e sua família durante a busca por uma nova oportunidade de emprego.

Quando posso pedir o seguro-desemprego no Caixa Tem?

Em resumo, o seguro-desemprego se destina aos trabalhadores formais demitidos sem justa causa, incluindo empregados domésticos.

Para solicitar, é necessário ter recebido salários de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica por pelo menos 12 meses nos últimos 18 meses antes da demissão. Trabalhadores resgatados de condições análogas à escravidão também têm direito ao benefício.

Além disso, é importante que o requerente não possua renda própria suficiente para sua manutenção e de sua família, nem esteja recebendo benefício previdenciário de prestação continuada, exceto auxílio-acidente e pensão por morte.

Caixa Tem como aliado

Por fim, o Caixa Tem se consolida como uma ferramenta essencial na vida dos brasileiros, facilitando o acesso a benefícios importantes e contribuindo para a inclusão financeira da população.

Em tempos de incertezas econômicas, contar com esse suporte é mais do que uma comodidade, é uma necessidade.

Acompanhe mais: Caixa emite COMUNICADO sobre 5 pagamentos em fevereiro; direto na sua conta poupança!