Tenho direito a receber mensalmente do INSS mesmo sem nunca ter contribuído?

Governo Federal oferece essa chance. Veja!

Ao contribuir para o INSS, o cidadão passa a ter condição de segurado e, com isso, tem direito a receber diversos benefícios previdenciários. Mas essa não é a realidade vivida por muitos brasileiros. Isso porque também existem aquelas pessoas que nunca contribuíram para o Instituto.

Por sua vez, esses cidadãos acabam se perguntando se mesmo sem ter contribuído para a previdência terão direito a algum benefício. Se você é uma destas pessoas ou conhece alguém que está nesta situação, continue conosco e saiba mais sobre o assunto. Acompanhe!

Saiba em que caso isso é possível. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

É possível receber do INSS sem nunca ter contribuído?

Por incrível que pareça, SIM. Quem nunca fez uma contribuição para o INSS pode ter direito a um benefício. A saber, estamos falando do popular BPC. Mas apesar de ser administrado pelo INSS, o BPC não é um benefício oficial da autarquia. Como assim? Veja!

O Benefício de Prestação Continuada (BPC), criado pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), surgiu em 1993. Suas parcelas são pagas pelo Governo Federal, com o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS.

De acordo com dados do Portal da Transparência do Governo Federal, hoje em dia, cerca de 4,7 milhões de brasileiros recebem o benefício. Ainda, embora seja pago pelo Governo Federal, juntamente com o INSS, o BPC não é uma aposentadoria. Isso porque não é necessário ter contribuído para o Instituto para ter direito a recebê-lo. E, é justamente por isso que ele não dá direito à pensão por morte para os dependentes do beneficiário nem pagamento de 13º salário.

Veja também: Consignado do BPC: quanto posso receber de crédito?  

Afinal, quem pode receber o BPC do INSS?

Antes de mais nada, é importante ter em mente que o BPC se trata de um benefício assistencial garantido por Lei, pago pelo Governo e colocado em prática através do INSS. A princípio, para receber o benefício é preciso se enquadrar em alguns requisitos. São eles:

  • Ter mais de 65 anos de idade, com renda familiar de até ¼ do salário-mínimo por pessoa, isto é, cerca de R$ 303;
  • Possuir uma deficiência de longo prazo comprovada, sejam limitações físicas, intelectuais, mentais ou motoras com impedimento de conviver plenamente em sociedade, exercendo atividades trabalhistas e de relacionamento interpessoal; também com renda familiar de até R$ 303 por pessoa; e
  • Ter transtornos mentais e/ou graves e permanentes problemas de saúde, comprovados por laudo médico e perícia do INSS; com a renda familiar descrita.

Como solicitar o benefício assistencial?

Em suma, o BPC pode ser solicitado de duas maneiras: pelo número 135, ou pelo site ou aplicativo Meu INSS, disponível em: meu.inss.gov.br. Enfim, para solicitar o BPC pelo Meu INSS, faça o seguinte:

  • Primeiramente, crie um login e uma senha para acessar seu perfil no Meu INSS;
  • O login será feito através do seu CPF e uma senha criada por você;
  • O site fará algumas perguntas para confirmar sua identidade. Depois, é possível fazer o requerimento. Se o pedido do BPC for feito em seu nome, você deve responder seus dados. Mas se for para terceiros, utilize os dados dele no cadastro do Meu INSS;
  • No aplicativo, basta entrar em: Agendamentos/Solicitações e, em seguida, em Benefícios Assistenciais.
  • Feito isso, é preciso clicar em Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência e Atendimento à distância;
  • Por fim, envie a documentação solicitada no aplicativo.

Veja também: Cidadãos que cumprirem ESTES requisitos poderão receber salário-mínimo do BPC