Dinheiro esquecido: 40 milhões de pessoas tem algum valor esquecido nos bancos, veja como consultar no BC

Como garantir acesso ao dinheiro esquecido nas instituições bancárias? Você pode fazer isso sem sair de casa, usando somente a internet.

Você já parou para pensar que pode haver dinheiro esquecido, esperando por você, em contas bancárias e outras instituições financeiras? O Banco Central revelou que mais de 40 milhões de pessoas têm a chance de reaver quantias significativas, totalizando cerca de R$ 6 bilhões.

Esses recursos estão esquecidos em contas inativas, seja em bancos tradicionais, corretoras de valores, fintechs ou consórcios. O montante global disponível para pessoas físicas e jurídicas chega a surpreendentes R$ 7,5 bilhões.

Dinheiro esquecido: 40 milhões de pessoas tem algum valor esquecido nos bancos, veja como consultar no BC. Crédito: Pronatec.
Dinheiro esquecido: 40 milhões de pessoas tem algum valor esquecido nos bancos, veja como consultar no BC. Crédito: Pronatec.

Recupere o Dinheiro Esquecido NESSE site

O Banco Central oferece o Sistema de Valores a Receber (https://www.bcb.gov.br/meubc/valores-a-receber), que possibilita que cidadãos e empresas verifiquem se possuem valores esquecidos em instituições financeiras.

A melhor notícia é que essa consulta é absolutamente gratuita, não havendo necessidade de efetuar qualquer pagamento para realizar a pesquisa ou obter informações sobre os valores esquecidos.

Veja também: SVR aprovado por Lula pode garantir saque de até R$ 750 MIL: consulte seu CPF

Tome cuidado com os golpes!

Porém, é importante destacar que, desde sua implementação em 2022, o Sistema de Valores a Receber tem sido alvo de fraudes perpetradas por golpistas, que tentam se aproveitar dos correntistas.

O Banco Central alerta que jamais envia links por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram, tampouco entra em contato direto com pessoas para tratar de valores a receber ou para confirmar dados pessoais.

A única instituição que pode entrar em contato diretamente é aquela listada no Sistema de Valores a Receber, e ela nunca pedirá senhas pessoais.

Como consultar o dinheiro esquecido no SVR?

Para realizar a consulta de maneira segura, acesse o site oficial do Sistema de Valores a Receber do Banco Central através do link: Valores a Receber – Banco Central. Não é necessário efetuar login; basta informar o CPF e a data de nascimento, ou o CNPJ e a data de abertura da empresa.

Além disso, é possível consultar valores pertencentes a pessoas falecidas, bastando informar o CPF e a data de nascimento delas.

Após confirmar a existência de valores a receber, acesse o sistema por meio do site do Banco Central em valoresareceber.bcb.gov.br. Dentro do Sistema de Valores a Receber (SVR), você poderá visualizar o montante disponível, a origem do valor, a instituição responsável, informações de contato e outros detalhes relevantes, quando aplicável.

Como sacar o dinheiro recuperado?

Também é possível sacar o dinheiro esquecido sem sair de casa! Existem duas maneiras de resgatar os valores listados no SVR:

  • Entre em contato diretamente com a instituição financeira responsável pelo valor e solicite o recebimento.
  • Faça a solicitação através do próprio sistema, lembrando que a instituição deve ter aderido a um acordo com o Banco Central e que o solicitante deve possuir uma chave Pix válida (não aleatória).

Brasileiros já sacaram mais de R$ 5 bilhões

Até o momento, as instituições financeiras já devolveram aproximadamente R$ 5,3 bilhões dos R$ 12,8 bilhões disponíveis. Desde o lançamento do programa em fevereiro do ano passado, cerca de 16,8 milhões de correntistas, incluindo pessoas físicas e jurídicas, recuperaram seus valores.

É interessante notar que a maioria dos correntistas que ainda não retirou os valores possui quantias relativamente pequenas. Cerca de 62,98% dos beneficiários têm direito a valores de até R$ 10, enquanto 25,71% têm valores entre R$ 10,01 e R$ 100. Aqueles com quantias entre R$ 100,01 e R$ 1.000 correspondem a 9,64% dos clientes, e apenas 1,68% têm direito a valores superiores a R$ 1.000.

Veja também: Consulte seu CPF e descubra se você está na lista para receber algum valor esquecido: R$ 7,51 bilhões disponíveis

SVR tem grandes novidades

Após um ano fora do ar, o SVR foi reaberto em março de 2023, trazendo novos recursos, um sistema de agendamento atualizado e a oportunidade de resgatar valores de pessoas falecidas, acessível a herdeiros, testamentários, inventariantes ou representantes legais.

Agora, o serviço apresenta melhorias adicionais, como a possibilidade de imprimir telas e protocolos de solicitação para compartilhar via WhatsApp.

Além disso, há maior transparência para contas conjuntas, possibilitando que um dos titulares visualize informações como valor, data e CPF de quem solicitou o resgate.

Ainda tem dúvidas? Acesse o site oficial do Sistema Valores a Receber para solucionar todas as questões: https://www.bcb.gov.br/meubc/valores-a-receber.