Dificuldade para DORMIR? Pode ser culpa desses 5 alimentos que mais ATRAPALHAM o sono

Ter dificuldade para dormir vai muito além de simplesmente não ter sono. Na verdade, até o que você come pode influenciar negativamente nisso.

Todos os dias é a mesma coisa: você está exausto, se deita para dormir e fica rolando na cama por horas. Mesmo muito cansado, aprece que o sono simplesmente não vem.

No geral, há diversas razões que podem fazer com que isso aconteça, que vão desde as físicas até as emocionais. Entretanto, algo que muitas pessoas não sabem é que a alimentação também afeta o sono.

Por essa razão, se você está enfrentando uma dificuldade para dormir, pode ser uma boa ideia olhar para sua dieta nos últimos tempos e remanejá-la. Vamos lá?

Está enfrentando dificuldade para dormir? Veja como os alimentos influenciam nisso!
Está enfrentando dificuldade para dormir? Veja como os alimentos influenciam nisso! / Foto: divulgação

Dificuldade para dormir? Pode ser culpa desses alimentos

Se você enfrenta dificuldades para dormir, saiba que a alimentação noturna pode ser uma das causas. Alguns alimentos, especialmente quando consumidos à noite, podem significativamente perturbar o sono. Confira a seguir alguns alimentos que causam a perturbação do sono.

Alimentos processados: disfarçados de conveniência

Primeiramente, alimentos processados não são apenas ricos em conservantes e aditivos, mas também em sódio. Esses componentes podem agitar o metabolismo, dificultando o relaxamento e o início do sono.

Além disso, podem elevar a pressão arterial, prejudicando ainda mais a qualidade do sono. Opte por alimentos frescos e naturais no jantar para evitar esses efeitos.

Frituras: digestão lenta, sono perturbado

Em seguida, as frituras, ricas em gorduras, exigem mais do sistema digestivo, podendo causar desconforto estomacal, como estufamento e azia.

Essa sensação de desconforto pode manter você acordado, procurando posições que aliviem o incômodo. Substitua as frituras por grelhados ou cozidos, que são mais fáceis de digerir.

Café: estimulante que afeta o relógio biológico

Ademais, a cafeína presente no café pode permanecer no corpo por horas, inibindo a produção de melatonina e dificultando o adormecimento.

Portanto, se você tem o hábito de consumir café à tarde, tente limitá-lo ao período da manhã ou escolha versões descafeinadas para não afetar seu sono.

Fique atento: Lista reúne 28 franquias que podem fazer você ganhar MUITO dinheiro em em 2024

Bebidas alcoólicas: desidratação e sono interrompido

Apesar de o álcool inicialmente induzir sonolência, ele fragmenta o ciclo do sono, resultando em um descanso de má qualidade.

A desidratação causada pelo álcool pode levar a despertares noturnos. Prefira bebidas não alcoólicas à noite, como chás de ervas que promovem o relaxamento.

Carne vermelha: pesado para a noite

A digestão da carne vermelha, por ser rica em proteínas e gorduras, pode ser trabalhosa para o corpo durante a noite, podendo perturbar o sono.

Dessa forma, para jantares, escolha proteínas mais leves, como peixe ou frango, que são digeridas mais facilmente, contribuindo para uma noite tranquila.

Alternativas para um jantar favorável ao sono

Substituir esses alimentos por opções mais leves e saudáveis pode fazer uma grande diferença na qualidade do seu sono. Sopas leves, saladas e proteínas magras são escolhas ideais para o jantar.

Além disso, manter um horário regular para as refeições ajuda a regular o relógio biológico, facilitando o adormecimento.

Nunca mais tenha dificuldade para dormir!

Ajustar sua alimentação noturna é um passo simples, mas eficaz, para combater a dificuldade para dormir.

Evitando esses cinco tipos de alimentos antes de dormir, você estará no caminho certo para noites mais tranquilas e reparadoras.

Lembre-se, a qualidade do sono tem um impacto significativo no bem-estar geral, então vale a pena fazer essas pequenas mudanças na dieta.

Saiba mais: CAIXA apresenta devolução de dinheiro para CPFs finais 1, 2, 3,4 ,5 6, 7, 8, 9 e 0 HOJE (29)