Dicas exclusivas para SACAR o seu FGTS consiga agora!

O saque do FGTS pode ser de grande utilidade para aqueles que estão com dívidas em aberto. Veja a seguir algumas dicas para realizá-lo!

No panorama atual, onde cada real faz diferença, inúmeras pessoas buscam maneiras eficientes de acessar seus recursos financeiros. Um dos tópicos mais debatidos é o saque ágil do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). 

Felizmente, há como sacar o FGTS em menos de uma hora, através de empresas conhecidas por seu serviço rápido e excelente atendimento ao cliente. Vamos ver como fazer?

Precisando de dinheiro extra por qualquer motivo? Veja como sacar seu FGTS para te ajudar nisso!
Precisando de dinheiro extra por qualquer motivo? Veja como sacar seu FGTS para te ajudar nisso! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

O que é FGTS?

Primeiramente, o FGTS é um benefício criado para proteger o trabalhador brasileiro demitido sem justa causa. 

Funciona como uma poupança forçada, onde os empregadores depositam 8% do salário do empregado em uma conta na Caixa Econômica Federal em nome do trabalhador, todo mês. 

Esse montante, corrigido monetariamente e com juros, pode ser sacado em situações específicas, como demissão sem justa causa, aposentadoria, compra da casa própria, entre outras.

Quem pode sacar o FGTS?

Em suma, têm direito ao FGTS todos os trabalhadores regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), incluindo trabalhadores rurais, temporários, avulsos, safreiros e atletas profissionais. 

Servidores públicos concursados e trabalhadores domésticos também possuem direito ao FGTS desde que haja contribuição por parte do empregador.

Solução rápida para o saque do FGTS

Como dito anteriormente, há uma abordagem prática para sacar o FGTS rapidamente. Para isso, é importante fazer o processo através do banco de sua escolha, desde que foque nesse tipo de solução.

O primeiro passo é acessar o link do seu banco e solicitar uma conversa com o atendente. Algumas opções também permitem a contratação pelo internet banking. 

Em seguida, é necessário baixar o aplicativo oficial do FGTS (Android: https://bityli.com/InMQC ou iOS: https://bityli.com/giWTE) e optar pela modalidade de saque-aniversário, que permite retiradas anuais de uma parcela do saldo. 

O processo inclui autorizar os bancos a consultar o saldo do FGTS e selecionar instituições financeiras para a liberação dos fundos, mesmo sem ter conta nelas.

Veja mais: Dinheiro EXTRA na conta dos APOSENTADOS: Jornal da Globo anunciou, porém VALOR não é o suficiente!

Facilidade na palma da mão 

Esta metodologia não só oferece uma maneira prática para os trabalhadores brasileiros acessarem seus recursos, mas também destaca a importância de serviços especializados, que asseguram um acesso rápido e seguro aos direitos trabalhistas. 

Quais as modalidades de FGTS disponíveis?

Por fim, há diversas modalidades diferentes do Fundo de Garantia para saque, mas algumas são mais populares. Veja três modalidades do FGTS.

  1. Saque-rescisão, permitindo o saque total em caso de demissão sem justa causa; 
  2. Saque-aniversário, que possibilita a retirada anual de uma parte do saldo disponível, com o trabalhador abrindo mão do saque total em caso de demissão; 
  3. Saque para aquisição da casa própria, onde o saldo pode ser usado para comprar, construir ou amortizar dívidas de financiamento habitacional. 

Cada uma dessas modalidades foi criada para atender a diferentes necessidades do trabalhador, oferecendo flexibilidade e apoio financeiro em momentos importantes da vida.

E o que é a multa de 40% do FGTS?

Por fim, a multa de 40% do FGTS é um direito do trabalhador em caso de demissão sem justa causa. 

Por exemplo, quando o empregador encerra o contrato de trabalho unilateralmente, sem que o empregado tenha cometido falta grave, ele é obrigado a depositar 40% do valor total do FGTS acumulado durante o período de trabalho na conta do empregado no FGTS. 

Essa medida visa fornecer um suporte financeiro adicional ao trabalhador desempregado, além do saldo do FGTS que ele já possui, ajudando-o a enfrentar o período de transição até encontrar uma nova oportunidade de emprego.

Saiba mais: Bolsa Família: o dinheiro NÃO caiu na conta, e agora? O que eu faço?