Descubra qual CNH é ideal para você: as diferenças entre A, B e AB e qual escolher

Entre motocicletas, carros e a flexibilidade de dirigir ambos, escolher a categoria certa de CNH é um passo crucial para os condutores brasileiros.

No Brasil, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é o documento oficial que autoriza seus cidadãos a conduzirem veículos. Com categorias distintas, como A, B e AB, surge a dúvida sobre qual escolher.

Cada categoria tem suas particularidades, adequadas a diferentes necessidades e estilos de vida. Compreender essas diferenças é essencial para fazer uma escolha informada e que melhor se adeque aos seus objetivos.

Descubra qual CNH é ideal para você: as diferenças entre A, B e AB e qual escolher
Tire sua dúvida hoje mesmo e confira qual é a melhor CNH para você. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Diferença entre as categorias da CNH

CategoriaVeículos PermitidosFoco
AMotocicletas, motonetas e ciclomotoresMobilidade ágil e econômica, ideal para cidades congestionadas
BCarros de passeio, veículos comerciais levesConforto e segurança para família ou cargas leves
ABCombina as categorias A e BFlexibilidade máxima, permitindo dirigir tanto motocicletas quanto carros

Esta tabela ilustra as principais diferenças entre as categorias de CNH disponíveis, ajudando na decisão de qual categoria se alinha melhor às suas necessidades e estilo de vida.

Veja mais: Fim da CNH para grupo de brasileiros: conheça os BENEFICIADOS pela nova lei

Quanto custa para tirar a CNH em cada uma dessas categorias?

Os custos para tirar a CNH podem variar bastante de acordo com o estado e a autoescola escolhida, além de possíveis alterações nos valores das taxas cobradas pelos DETRANs regionais.

De forma geral, aqui estão algumas estimativas de custo para cada categoria de CNH no Brasil, com base em valores aproximados até minha última atualização:

  • CNH Categoria A (Motocicletas): Os custos podem variar entre R$ 1.500,00 e R$ 2.000,00. Esse valor inclui taxas do DETRAN, exames médicos e psicotécnicos, curso teórico, aulas práticas e o aluguel do veículo para o exame prático.
  • CNH Categoria B (Carros): Os custos são geralmente um pouco mais altos devido ao maior número de aulas práticas exigidas e podem variar entre R$ 1.800,00 e R$ 2.500,00.
  • CNH Categoria AB (Motocicletas e Carros): Tirar a CNH AB, que combina as categorias A e B, naturalmente, resulta em custos mais elevados, variando entre R$ 2.500,00 e R$ 3.500,00, devido à necessidade de cumprir as cargas horárias de aulas práticas para ambos os tipos de veículos.

Esses valores são apenas estimativas e podem incluir os custos com aulas teóricas, aulas práticas, material didático, taxas de exames e taxas administrativas do DETRAN.

É importante notar que os preços podem variar significativamente dependendo da localidade, da autoescola escolhida e de eventuais reajustes nas taxas do DETRAN.

Recomenda-se que os interessados façam uma pesquisa detalhada e cotem valores em diferentes autoescolas para encontrar a opção mais vantajosa financeiramente.

Veja mais: Mais de 18 estados oferecem a CNH DE GRAÇA: veja as regras e como se inscrever HOJE (09)

É possível mudar de categoria após obter a CNH? Como funciona?

Sim, é possível mudar de categoria após obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Esse processo é conhecido como adição ou mudança de categoria e é destinado a condutores que desejam se habilitar para dirigir outros tipos de veículos além daqueles permitidos pela sua categoria atual de CNH.

Aqui está como funciona o processo:

Adição de Categoria

  • Para Motocicletas (Categoria A) ou Carros (Categoria B): Se você já possui uma CNH e deseja adicionar a outra categoria, precisará passar por um processo semelhante ao da primeira habilitação para a nova categoria desejada. Isso inclui aulas teóricas (caso a sua CNH tenha sido emitida há mais de cinco anos e você não tenha feito curso de renovação), aulas práticas específicas para a nova categoria e a aprovação nos exames de direção correspondentes.

Mudança de Categoria

  • Para Categorias Profissionais (C, D, E): Se você busca mudar para uma categoria que permite conduzir veículos de transporte de carga ou passageiros, além dos requisitos anteriores, há exigências adicionais, como idade mínima (varia conforme a categoria), tempo mínimo de habilitação na categoria B (para C) ou na categoria C (para D e E) e não ter cometido infrações graves ou gravíssimas, ou ser reincidente em infrações médias, nos últimos doze meses.

Passos Gerais

  1. Avaliação Médica e Psicotécnica: Você precisará passar por novas avaliações médicas e, em alguns casos, psicotécnicas, dependendo da categoria para a qual está migrando.
  2. Curso Teórico (se aplicável): Para adição de categoria, pode ser necessário realizar um curso teórico sobre legislação de trânsito, principalmente se houver uma grande diferença entre as categorias ou se o condutor não passou por atualização recente.
  3. Curso Prático de Direção Veicular: É necessário cumprir uma carga horária mínima de aulas práticas na autoescola, específicas para a categoria que deseja adicionar ou para qual deseja mudar.
  4. Exame de Direção: Após concluir as aulas práticas, o próximo passo é ser aprovado no exame de direção específico para a nova categoria.

Veja mais: 47 mil pessoas já se inscreveram para a carteira de motorista GRATUITA, veja como fazer a CNH Social!