Descubra como sacar o Pix de R$ 800 do Governo Federal

O Governo Federal anunciou um pix de R$ 800 para os brasileiros que atendem aos critérios definidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Entenda.

O Governo Federal anunciou um pix de até R$ 1,4 mil aos brasileiros. Na verdade, trata-se de um benefício destinado aos trabalhadores formais. 

A legislação brasileira garante uma série de benefícios a este grupo da população. Continue lendo esta matéria para saber quem pode contar com o auxílio. 

Descubra como sacar o Pix de R$ 800 do Governo Federal
Brasileiros podem sacar o pix de R$ 800 do Governo Federal – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Acesso ao pix de R$ 823,66: um guia completo

O abono salarial, uma iniciativa governamental destinada a beneficiar trabalhadores com carteira assinada, apresenta uma nova oportunidade de saque para os brasileiros. 

Este ano, o montante disponibilizado gira em torno de R$ 823,66, uma cifra significativa que promete injetar ânimo na economia nacional. 

Mas, você sabe se tem direito ao pix e como proceder para efetuar o saque? Neste artigo, mergulhamos nas nuances do abono salarial, esclarecendo dúvidas frequentes e fornecendo um caminho claro para os elegíveis.

Entendendo o abono salarial

O abono salarial funciona como um bônus anual para trabalhadores do setor privado e público no Brasil, sendo regulamentado pelo PIS (Programa de Integração Social) e pelo PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), respectivamente. 

O valor do abono varia de acordo com os meses trabalhados no ano-base, podendo alcançar um pix  até R$ 1.412 para aqueles que cumpriram 12 meses de trabalho em 2024.

  • 1 mês trabalhado: R$ 117,67;
  • 2 meses trabalhados: R$ 235,34;
  • 3 meses trabalhados: R$ 353,01;
  • 4 meses trabalhados: R$ 470,68;
  • 5 meses trabalhados: R$ 588,35;
  • 6 meses trabalhados: R$ 706,02;
  • 7 meses trabalhados: R$ 823,69;
  • 8 meses trabalhados: R$ 941,36;
  • 9 meses trabalhados: R$ 1.059,03;
  • 10 meses trabalhados: R$ 1.176,70;
  • 11 meses trabalhados: R$ 1.294,37;
  • 12 meses trabalhados: R$ 1.412,00.

Critérios de elegibilidade do pix

Para ser contemplado com o  pix do abono, é preciso atender a alguns requisitos básicos:

  • Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos.
  • Ter trabalhado com carteira assinada por no mínimo 30 dias durante o ano-base.
  • Ter recebido até dois salários mínimos por mês nesse período.
  • Assegurar que os dados estejam atualizados no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) ou no eSocial.

Veja também: PIS/Pasep confirma saque para quem trabalhou registrado em 2022; saiu AGORA (05/04)

Calendário de pagamentos 

Embora o PIS e Pasep tenham as mesmas regras, o pix fica disponível em datas diferentes. 

O calendário do PIS é baseado na data de aniversário do beneficiário. Confira. 

  • Nascidos em janeiro já podem sacar o pagamento desde 15/02/2024;
  • Nascidos em fevereiro já podem sacar o pagamento desde 15/03/2024;
  • Nascidos em março e abril poderão sacar o pagamento a partir de 15/04/2024;
  • Nascidos em maio e junho poderão sacar o pagamento a partir de 15/05/2024;
  • Nascidos em julho e agosto poderão sacar o pagamento a partir de 17/06/2024;
  • Nascidos em setembro e outubro poderão sacar o pagamento a partir de 15/07/2024;
  • Nascidos em novembro e dezembro poderão sacar o pagamento a partir de 15/08/2024.

Enquanto isso, o pix do Pasep leva em consideração o último algarismo do número de inscrição. Veja. 

  • Quem tem o final 0 já pode sacar o pagamento desde 15/02/2024
  • Quem tem o final 1 já pode sacar o pagamento desde 15/03/2024
  • Quem tem o final 2 ou 3 poderá sacar o pagamento a partir de 15/04/2024
  • Quem tem o final 4 ou 5 poderá sacar o pagamento a partir de 15/05/2024
  • Quem tem o final 6 ou 7 poderá sacar o pagamento a partir de 15/06/2024
  • Quem tem o final 8 poderá sacar o pagamento a partir de 15/07/2024
  • Quem tem o final 9 poderá sacar o pagamento a partir de 15/08/2024.

Veja também: Aprenda a DESCOBRIR seu número do PIS e consultar o saldo em 2024

Novos valores do seguro-desemprego para 2024

Para 2024, os beneficiários do seguro-desemprego receberão valores entre R$ 1.412 e R$ 2.313,74, ajustados conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 3,71% em 2023 e o reajuste do salário mínimo. O valor mínimo segue o salário mínimo vigente de R$ 1.412.

Os novos valores aplicam-se desde a última quinta-feira, 11. O cálculo do benefício é baseado no salário médio dos últimos três meses antes da demissão.

Tem direito ao seguro-desemprego quem foi dispensado sem justa causa, incluindo domésticos, e em casos de dispensa indireta ou suspensão do contrato para qualificação profissional, além de pescadores profissionais durante o defeso e trabalhadores resgatados de condições análogas à escravidão.

O benefício não é compatível com outros benefícios trabalhistas ou participação societária em empresas. O seguro pode ser solicitado via aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, pelo portal Gov.br, ou presencialmente, com agendamento.