Desconto de até 65% em sua conta de energia, veja quem pode receber

Milhares de famílias podem ter acesso a descontos na conta de luz através da Tarifa Social de Energia Elétrica.

Um levantamento recente revelou que aproximadamente 140 mil famílias podem ser beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica. Essa iniciativa, visa proporcionar descontos significativos na conta de luz, tem o potencial de aliviar o peso das despesas domésticas para milhares de lares no estado.

Mas o que é exatamente a Tarifa Social? Como funciona? Quem pode se beneficiar dela? Essas e outras perguntas são comuns entre os consumidores de energia. Vamos explorar mais sobre esse tema importante.

O que é Tarifa Social de Energia Elétrica?

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um programa governamental que visa proporcionar descontos significativos na conta de luz para famílias de baixa renda em todo o Brasil. Este benefício é concedido pelo governo federal e administrado pelas concessionárias de energia elétrica em cada estado.

O principal objetivo da Tarifa Social é garantir o acesso à energia elétrica para as famílias mais vulneráveis, contribuindo assim para reduzir as desigualdades sociais e promover a inclusão energética.

Por meio desse programa, as famílias podem economizar uma parte significativa de seus gastos mensais com energia, o que pode representar um alívio financeiro importante em seus orçamentos.

Veja mais: Novas regras para receber isenção na conta de luz: veja como conseguir a Tarifa Social

Quem tem direito à Tarifa Social em Sergipe?

O direito à Tarifa Social de Energia Elétrica em Sergipe é destinado a famílias de baixa renda que atendam aos critérios estabelecidos pelo programa. Esses critérios incluem:

  1. Renda Familiar: A família deve ter uma renda mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda mensal total de até três salários mínimos.
  2. Cadastro Único (CadÚnico): É necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que é o instrumento utilizado para identificar e caracterizar as famílias de baixa renda no país.
  3. Programas Sociais: Além disso, pelo menos um dos membros da família deve estar cadastrado em algum programa social do governo federal, como o Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros.
  4. Consumo de Energia: O consumo mensal de energia da residência também é um critério considerado. Para ter direito à Tarifa Social, o consumo de energia deve estar dentro dos limites estabelecidos pelo programa.

O levantamento que identificou que cerca de 140 mil famílias em Sergipe podem ter acesso à Tarifa Social provavelmente foi realizado pelas concessionárias de energia elétrica do estado, em colaboração com órgãos governamentais e entidades responsáveis pela assistência social.

Esse levantamento envolve a análise de dados socioeconômicos das famílias, como renda, composição familiar e participação em programas sociais, para identificar aquelas que se enquadram nos critérios estabelecidos pelo programa.

Veja mais: Conta de luz totalmente GRÁTIS em 2024; saiba como acessar o Tarifa Social, do Governo!

Como funciona o cadastro na Tarifa Social?

O processo de cadastro na Tarifa Social de Energia Elétrica geralmente envolve algumas etapas simples, mas é importante seguir os procedimentos corretamente para garantir o acesso ao benefício.

Em geral, o primeiro passo é garantir que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Isso pode ser feito procurando o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou a prefeitura do município.

Em seguida, é necessário entrar em contato com a concessionária de energia elétrica responsável pela região e informar o interesse em se cadastrar na Tarifa Social.

Geralmente, a concessionária solicitará documentos que comprovem a elegibilidade da família, como RG, CPF, comprovante de residência, além do Número de Identificação Social (NIS) do CadÚnico.

Após a análise dos documentos e a verificação da elegibilidade, a família será incluída no programa e passará a receber os descontos na conta de energia elétrica de acordo com as faixas de consumo estabelecidas pelo programa.

Veja mais: Economize na conta de luz: descubra como um casal de MT conseguiu 40% de desconto com a tarifa social