Data de pagamento já foi definida: Veja quando os brasileiros poderão sacar o benefício

Benefício destinado a famílias em situação de vulnerabilidade social serão contempladas.

No próximo dia 18 terá início o pagamento do Auxílio Brasil referente ao mês de julho. Mais de 18 milhões de famílias brasileiras socialmente vulneráveis receberão uma mensalidade, cujo valor médio é de R$ 400.

Desde maio, o novo valor começou a ser pago. Isso ocorreu após ele ser fixado como piso mínimo do programa por meio de uma Medida Provisória (MP). Além disso, a quantia se tornou permanente, ou seja, o programa não vai mais terminar em dezembro de 2022. 

Entretanto, mesmo com o aumento no valor da mensalidade do Auxílio Brasil, os beneficiários aguardam por mais um reajuste. A esperança dos beneficiários se deve ao pacote de bondades regulamentado pela PEC dos combustíveis. Ainda que a meta seja a redução dos impostos sobre os combustíveis, o projeto busca criar também novos benefícios sociais.  

O Auxílio Brasil é parte desse plano de melhoria dos benefícios. Por exemplo, o valor de R$ 400 pode passar para R$ 600, bem como o Vale Gás pode aumentar de R$ 50 para R$ 120. Em contrapartida, parlamentares desejam criar um Vale Combustível e um Pix Caminhoneiro. As duas melhorias serão direcionadas aos caminhoneiros, motoristas de aplicativo, taxistas e civis.

Contudo, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) ainda aguarda votação em segundo turno no Congresso Nacional. Caso seja aprovada, irá para sanção presidencial.

Pagamentos começa dia 18. Imagem: divulgação

Quem pode receber o Auxílio Brasil e como solicitá-lo?

O Auxílio Brasil se destina às famílias em situação de vulnerabilidade social. Essas famílias devem ser formadas por gestantes, crianças e adolescentes.

A distribuição é feita em dois grupos, sendo um composto por família de extrema vulnerabilidade social renda per capita deste grupo é de até R$ 105.

Um segundo grupo é composto por pessoas com renda per capita de até R$ 210.

Para receber o Auxílio Brasil é preciso pertencer a um desses grupos:

  • Ter sido beneficiário do Bolsa Família: nestes casos o Auxílio Brasil será pago automaticamente;
  • Ser cadastrado no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família: estes vão para a lista de reserva;
  • Se não está no CadÚnico, é necessário procurar um Cras para registro, sem garantia de receber.

Saiba mais: Inscrição no CadÚnico pode te liberar ESTES benefícios; confira a lista completa

Veja como solicitar o benefício

Para solicitar o Auxílio Brasil é preciso que o cidadão em situação de vulnerabilidade social que queira receber o benefício faça seu cadastro no Cadastro Único (CadÚnico). Todavia, não basta apenas se inscrever no programa, é preciso manter os dados atualizados conforme os critérios descritos acima. 

Essa é a principal maneira de ser elegível ao programa de transferência de renda. Caso fique em dúvida sobre a inclusão no Auxílio Brasil, basta acessar o aplicativo do programa ou do Caixa Tem. Veja o calendário de julho para o recebimento do Auxílio Brasil: 

  • NIS final 1 – dia 18 de julho;
  • NIS final 2 – dia 19 de julho;
  • NIS final 3 – dia 20 de julho;
  • NIS final 4 – dia 21 de julho;
  • NIS final 5 – dia 22 de julho;
  • NIS final 6 – dia 25 de julho;
  • NIS final 7 – dia 26 de julho;
  • NIS final 8 – dia 27 de julho;
  • NIS final 9 – dia 28 de julho;
  • NIS final 0 – dia 30 de julho.

Se você se enquadra nos grupos beneficiários e não está cadastrado no CadÚnico, você precisa buscar o Cras do seu bairro para se registrar, mas sem garantias de recebimento do auxílio. Entretanto, esse é o único e principal passo para se tornar elegível ao recebimento do auxílio.

Veja mais: Aposentados podem aumentar o benefício mensal se contribuírem com o INSS? Entenda!