CUIDADO! Existe BOLETO para DEVOLVER AUXÍLIO EMERGENCIAL? Entenda o que é GOLPE e o que VERDADE

Vinicius ColaresVinicius Colares
Atualizado Hoje!

Existe BOLETO para DEVOLVER AUXÍLIO EMERGENCIAL? – Entenda como muitas pessoas estão caindo em uma fraude sobre o Auxílio Emergencial

Com a renovação dos pagamentos do Auxílio Emergencial, o Ministério da Cidadania. confirmou um “pente-fino” para saber quem está recebendo os valores de forma indevida. Já existem relatos de beneficiários que estão recebendo os boletos para devolver o Auxílio.

Mas será que isso é verdade ou é mais um golpe? É importante ficar atento para essas novidades e entender exatamente o que está sendo feito pelo Governo Federal e o que está sendo feito por fraudadores. 

A seguir vamos falar um pouco mais sobre as possibilidades de devolução do benefício e como isso funciona. Fique ligado e repasse para amigos que também podem cair em um golpe ou fraude desse tipo. 

CUIDADO! Existe BOLETO para DEVOLVER AUXÍLIO EMERGENCIAL?
Imagem: Divulgação

Devolver o Auxílio Emergencial por boleto

É verdade que é possível devolver o Auxílio Emergencial por boleto? Sim, todos os brasileiros que receberam os valores de forma indevida podem criar um documento para retornar os valores à União. 

Mas isso é diferente de um golpe que está já está acontecendo. Muitos beneficiários estão relatando o seguinte: “recebi e-mail com boleto para devolver o Auxílio, e agora?” Se esse é o seu caso, fique atento!

O Ministério da Cidadania NÃO está enviando boletos por e-mail para devolução do Auxílio Emergencial. Essa é uma fraude de um grupo que usa informações privilegiadas para alcançar quem está recebendo o benefício. É por isso que você pode receber essa mensagem caso receba os valores. 

E agora, como os dados de quem recebe o Auxílio estão abertos, a vida desses golpistas está facilitada e é “fácil” encontrar o e-mail de muitas pessoas. 

Boleto Auxílio Emergencial Devolução

A devolução do Auxílio Emergencial por boleto, ainda assim, é possível. Mas não dessa forma através de e-mail já que o Ministério da Cidadania não faz esse tipo de contato. Todos os interessados em entregar o dinheiro de volta devem acessar em um site específico do Governo Federal. 

A partir dele é possível gerar um Guia de Recolhimento da União (GRU) voltado especificamente para quem recebeu e não vai usar o benefício. Informando o CPF ou NIS você pode gerar um boleto de devolução do Auxílio

Para fazer isso, acesse o site oficial: https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolucao

Quem é proibido de receber Auxílio Emergencial

Mas então quem é proibido de receber o Auxílio Emergencial e pode precisar devolver? Na Medida Provisória (MP) que fala sobre a renovação do benefício no valor de R$ 300 até o fim do ano, também foi divulgado quem não poderá receber. 

Entre os principais destaques estão:

  • Pessoas que moram no exterior; 
  • Detentos em regime fechado; 
  • Quem começou um trabalho formal desde a primeira parcela;
  • Pessoas que recebem benefício previdenciário, programa de renda fixa (menos Bolsa Família) ou seguro-desemprego; entre outros. 

Para saber a lista completa de quem não pode receber o Auxílio Emergencial, acesse: https://pronatec.pro.br/governo-revela-quem-nao-ira-receber-auxilio/

 

Leia Também