Cuidado com a MULTA: rodovia diminuiu limite de velocidade em 20km/h

A velocidade na Rodovia foi reduzida para aumentar a segurança, após constatação de altos índices de acidentes. Tome cuidado com a multa.

A segurança nas estradas é uma preocupação constante, e a Rodovia Ayrton Senna (SP-070) é o mais recente cenário de mudanças significativas. 

Em dezembro de 2023, a velocidade máxima foi reduzida em trechos estratégicos, numa tentativa de diminuir os frequentes acidentes. 

Esta medida, fruto da colaboração entre a Ecopistas, o DER-SP, a PRF e a Artesp, reflete um esforço conjunto para proteger vidas, mesmo que isso signifique adicionar alguns minutos ao tempo de viagem. 

Cuidado com a MULTA rodovia diminuiu limite de velocida em 20kmh
Motoristas brasileiros devem tomar cuidado com a nova multa – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Por que o limite de velocidade caiu em uma importante rodovia de SP?

Desde o dia 15 de dezembro de 2023, os carros que percorrem a Rodovia Ayrton Senna (SP-070), que liga São Paulo a Itaquaquecetuba, perceberam uma mudança: a viagem está mais lenta. 

A decisão, tomada pela concessionária Ecopistas em parceria com o DER-SP, a PRF e a Artesp, visa a redução dos altos índices de acidentes registrados no local. Então, ao andar no local, cuidado com a multa. 

Anteriormente, a velocidade máxima para veículos leves era de 120 km/h e 90 km/h para veículos pesados. Agora, varia entre 100 km/h e 80 km/h para leves, e 70 km/h a 80 km/h para pesados, dependendo do trecho.

Impacto na segurança e no tempo de viagem

Esta redução de velocidade, embora cause um ligeiro aumento no tempo de viagem — até 3 minutos mais lento em certos trechos —, tem como objetivo principal aumentar a segurança dos usuários da via. 

A área afetada, que apresenta um alto fluxo diário de veículos, cerca de 110 mil/dia, concentra aproximadamente 70% dos acidentes de todo o corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto.

Caso a pessoa não respeite as novas regras, está sujeita à multa e pontos na CNH. 

Medidas para a conscientização

Para assegurar que os motoristas estejam cientes das novas velocidades, além da instalação de novas placas, a Ecopistas lançou campanhas educativas, empregando faixas, painéis luminosos, redes sociais e folhetos distribuídos nos pedágios. 

Essas iniciativas buscam fomentar uma cultura de responsabilidade e precaução no trânsito, visando a redução de acidentes e preservação de vidas.

Veja também: Brasileiros acima de 50 anos acabam de ser BONIFICADOS com a CNH; saiba tudo!

Entenda como funciona o sistema de pontuação da CNH

O sistema de pontuação da CNH gera multas aos condutores que cometerem algum tipo de infração. Além do mais, a pessoa recebe pontos em sua Carteira Nacional de Habilitação. 

Confira a pontuação por infração.

  • Leve: 3 pontos
  • Média: 4 pontos
  • Grave: 5 pontos
  • Gravíssima: 7 pontos

Estes são os limites de pontos. 

  • 40 pontos: Sem infração gravíssima no período de 12 meses.
  • 30 pontos: Uma infração gravíssima no período de 12 meses.
  • 20 pontos: Duas ou mais infrações gravíssimas no período de 12 meses.

A suspensão da CNH ocorre quando há 40 pontos (sem infração gravíssima), 30 pontos (uma infração gravíssima), ou 20 pontos (duas ou mais infrações gravíssimas). 

Enquanto isso, o valor da multa varia de acordo com a infração.

Os pontos são expirados após 12 meses da data da infração, caso não haja outra infração no período.

A reincidência em infrações do mesmo tipo aumenta o valor da multa e o número de pontos.

É importante manter-se atualizado sobre as leis de trânsito para evitar cometer infrações.

Veja também: Renovação da CNH sai DE GRAÇA para estes CPFs; veja se você está na lista!