Cruzar no amarelo está MULTANDO? Saiba a verdade!

Descubra o que a lei de trânsito brasileira diz sobre avançar o sinal amarelo e como agir nessa situação tensa para muitos motoristas.

A questão de cruzar ou não o sinal amarelo é um dilema para muitos motoristas brasileiros. Afinal, quem nunca se viu naquela situação de tensão, ponderando entre acelerar para passar antes do vermelho ou frear a tempo de parar com segurança?

A legislação de trânsito tem suas especificidades, e entender essas nuances pode ser a chave para evitar multas indesejadas e contribuir para um trânsito mais seguro.

Cruzar no amarelo está MULTANDO? Saiba a verdade!
cuidado com a lei de trânsito brasileira. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

O Significado do Sinal Amarelo

Contrariamente ao que muitos podem pensar, avançar no sinal amarelo não gera multa automaticamente. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o sinal amarelo serve como um alerta para os motoristas, indicando que o sinal vermelho está prestes a ser acionado.

Este período de alerta dura entre 3 e 5 segundos, dependendo da velocidade permitida na via, e tem como objetivo principal preparar o condutor para a parada segura.

Quando Avançar é Permitido

De acordo com o manual semafórico de 2022, aprovado pela Resolução nº 973/22 do CONTRAN, o intervalo do sinal amarelo deve ser utilizado para reduzir a velocidade e preparar-se para a parada completa.

No entanto, há situações em que avançar é a opção mais segura, especialmente se o veículo atrás estiver em alta velocidade, e a frenagem brusca poderia resultar em uma colisão. Essa é uma exceção à regra, enfatizando a importância da análise do contexto e da segurança geral.

Veja também: Nova multa do FAROL impõe multa de R$ 130,16; cuidado para não ser pego de surpresa

Recomendações para Motoristas

Apesar da permissão legal para avançar no sinal amarelo em determinadas situações, os especialistas em trânsito recomendam que os motoristas evitem essa prática.

O ideal é começar a reduzir a velocidade assim que o sinal amarelo é avistado, visando parar completamente antes da mudança para o vermelho, exceto em casos de iminente perigo.

Essa conduta contribui para um trânsito mais seguro e harmonioso, minimizando riscos de acidentes e infrações. O entendimento e respeito às normas de trânsito são fundamentais para a segurança de todos.

Ao considerar o sinal amarelo como um aviso de precaução, e não como uma permissão para acelerar, contribuímos para a redução de acidentes e para a promoção de um ambiente de trânsito mais respeitoso e seguro.

Lembre-se: a segurança deve ser sempre a prioridade, tanto para sua proteção quanto para a dos demais usuários da via.

Veja também: PROIBIDO em todos os carros de aplicativo? Entenda os 3 alertas para motoristas UBER hoje (01)