Contribuição ao INSS vai aumentar para todos os brasileiros a partir de janeiro? Entenda!

Entenda como o aumento do salário mínimo em 2024 afetará suas contribuições ao INSS e seus benefícios previdenciários. Prepare-se para as mudanças financeiras à vista.

No dia 1° de janeiro de 2024, uma mudança significativa nas contribuições para o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS – será observada em todo o Brasil. Esta alteração é resultado da aprovação do novo salário mínimo, que não apenas afetará os salários dos trabalhadores, mas também terá um impacto direto nas contribuições previdenciárias. Portanto, é de vital importância que trabalhadores e contribuintes individuais estejam cientes dessas mudanças que podem influenciar suas finanças e planejamentos futuros.

Tudo sobre as contribuições ao INSS em 2024. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

O novo valor das contribuições do INSS

As alíquotas de contribuição ao INSS são calculadas com base no valor do salário de cada trabalhador, e o novo salário mínimo terá um impacto considerável. Atualmente, a taxa de contribuição para os empregados é de 7,5%. Com o reajuste do salário mínimo, essa contribuição subirá de R$ 97,65 para R$ 105,90.

Para os Microempreendedores Individuais (MEI), a alíquota é de 5%. Portanto, a contribuição mensal passará de R$ 66 para R$ 70,60. Já para os contribuintes individuais, a alíquota é de 20% para aqueles com rendimentos entre o valor mínimo (R$ 1.412,00) e o valor máximo (R$ 7.507,49). Existe ainda a opção de uma alíquota reduzida de 11% apenas sobre o salário mínimo vigente, resultando em uma contribuição de R$ 155,32.

Veja também: 4 reviravoltas para aposentados do INSS em 2024: prova de vida perto de acabar e mais

Benefícios garantidos pela contribuição

As contribuições para o INSS não são apenas uma obrigação, mas também proporcionam uma série de benefícios valiosos. Entre eles, destacam-se:

  • Aposentadoria por Idade e Tempo de Contribuição: Os segurados podem requerer aposentadoria por idade ou tempo de contribuição, dependendo das regras vigentes no momento de sua aposentadoria.
  • Aposentadoria por Invalidez: Caso um segurado se torne permanentemente incapaz de trabalhar devido a doença ou acidente, ele tem direito a solicitar a aposentadoria por invalidez.
  • Pensão por Morte: Em caso de falecimento do segurado, os dependentes têm direito à pensão por morte, proporcionando segurança financeira em momentos difíceis.
  • Auxílio-Incapacidade Temporária (Antigo Auxílio-Doença): Se um segurado precisar se afastar temporariamente do trabalho devido a uma doença ou acidente, ele pode receber o auxílio-incapacidade temporária.
  • Auxílio-Acidente: Para aqueles que sofrem um acidente que resulta em sequelas permanentes, o auxílio-acidente oferece suporte financeiro adicional.
  • Auxílio-Reclusão: Em caso de reclusão do segurado, seus dependentes podem solicitar o auxílio-reclusão para ajudar nas despesas familiares.
  • Salário-Maternidade: Para as trabalhadoras gestantes, o INSS garante o salário-maternidade durante o período de licença maternidade.
  • Salário-Família: Familiares de baixa renda têm direito ao salário-família, um benefício que auxilia no sustento dos filhos menores de 14 anos.
  • Reabilitação Profissional: O INSS oferece apoio para que segurados que sofreram algum tipo de acidente ou doença possam voltar ao mercado de trabalho.

Impacto do salário mínimo nos demais benefícios

Por fim, além desses benefícios diretos, é fundamental ressaltar que o aumento do salário mínimo também impactará outros aspectos financeiros, como o valor do Seguro Desemprego, os requisitos para concessão de benefícios, os pagamentos do PIS/PASEP e as ações cíveis em andamento.

Este período de mudanças e adaptações financeiras demandará atenção de todos. As alterações nas contribuições ao INSS são apenas uma das muitas transformações que ocorrerão devido ao aumento do salário mínimo. Portanto, é fundamental compreender como essas mudanças afetarão suas finanças, possibilitando um planejamento adequado para evitar surpresas desagradáveis. Acompanhar de perto as atualizações do INSS e se manter informado sobre os benefícios e obrigações previdenciárias é o primeiro passo para garantir um futuro financeiro mais seguro.

Veja também: Passo a passo para agendar perícia no INSS pelo celular: Android ou iOS!