Novo CONSIGNADO do AUXÍLIO BRASIL está SUSPENSO? Entenda o que está acontecendo

Auxílio Brasil tem consignado suspenso na Caixa Econômica.

O Auxílio Brasil está na boca do povo não só pelos seus pagamentos recentes. Mas ainda pelo empréstimo consignado que estava sendo oferecido depois de muito esperado pela população. 

Contudo, mesmo após grande euforia dos beneficiários, agora a modalidade está suspensa. O processo ocorre a pedido do Tribunal de Contas da União (TCU). A ideia é que a instituição preste esclarecimentos acerca da modalidade. 

Novo CONSIGNADO do AUXÍLIO BRASIL está SUSPENSO? Entenda o que está acontecendo
Auxílio Brasil tem consignado suspenso – Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Auxílio Brasil com consignado suspenso

As pessoas que estiverem interessadas em conseguir o consignado do Auxilio Brasil deverão aguardar. Isso porque a modalidade está suspensa desde as 18h do dia 21 até o dia de hoje. É possível que os valores já estejam disponíveis na parte da tarde. 

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a paralisação no processo foi causada por uma manutenção tecnológica. Em nota a empresa comenta que ela junto da Dataprev estavam com uma manutenção já programada para os ambientes tecnológicos. 

Dessa forma, a operação ficou indisponível durante o horário informado acima, que também estava vinculado ao comunicado. 

Contudo, o Tribunal de Contas da União (TCU) comentou em um parecer técnico que recomendava que a suspensão fosse realizada na oferta de empréstimos consignados para o público do Auxílio Brasil. 

De acordo com a área técnica do órgão, é possível que essa oferta possa ter interferência considerável nos resultados das eleições para presidente do Brasil. Esse processo ocorre no próximo dia 30 de outubro. 

A instituição ainda ofereceu cinco dias úteis para a Caixa Econômica explicar por quais motivos começou a oferecer o valor exatamente em outubro. Ou seja, justamente no período compreendido entre os dois turnos das eleições presidenciais. 

Durante o último dia 18, o Ministério Público junto ao TCU solicitou a suspensão do consignado. De acordo com Lucas Furtado, sub-procurador geral, a iniciativa tem finalidades eleitorais. Assim, não é permitido seu oferecimento. 

O procurador ainda disse que é possível entender que esse processo tem sido realizado com a ideia de beneficiar o atual presidente da república, que busca a reeleição na corrida eleitoral. Assim, o motivo para o pedido de suspensão é compreender se esse oferecimento é um crime eleitoral.

Saiba mais: Ainda não contratou o consignado do Auxílio Brasil? Saiba quais bancos oferecem os MENORES juros

Empréstimo consignado

Desde a aprovação do processo, os beneficiários do Auxílio Brasil estão interessados em conseguir o crédito. Contudo, a novidade estava demorando bastante para ser oferecida por conta de diversos motivos. 

Porém, no dia 11 de outubro, a Caixa Econômica anunciou a liberação do crédito consignado. Os valores possuem juros de 3,45% ao ano. Assim, o pagamento é descontado diretamente da parcela do Auxílio Brasil do cliente. 

Ademais, é permitido que o pagamento do valor seja dividido em até 24 meses com prestações mínimas de R$ 15. Porém, o pedido de crédito poderá comprometer no máximo 40% do benefício. É importante citar que será considerado o valor tradicional de R$ 400. 

É importante lembrar ainda que para ter acesso a essa modalidade, a família precisa estar recebendo este benefício por pelo menos 90 dias. Além disso, também não poderá ter deixado de comparecer nas convocações de atualização de dados do Ministério da Cidadania. 

De acordo com a Caixa Econômica, a modalidade de crédito já liberou paramentos para mais de 700 mil pessoas nos primeiros dias de programa.  

Veja também: Dinheiro “TRAVADO”? Entenda o que está acontecendo com o novo empréstimo do Auxílio Brasil