ESTAS são consideradas novas doenças de trabalho que concedem direito aos benefícios do INSS

Conhecer as doenças de trabalho é importante para caso algum dia você sofra com uma delas. Assim poderá recorrer aos seus direitos.

Em 2024, o Ministério da Saúde tomou uma medida significativa ao atualizar a lista de doenças relacionadas ao trabalho, incorporando 165 novas enfermidades.

Essa atualização eleva o total para 347 patologias reconhecidas, refletindo os desafios emergentes e os riscos associados às diferentes atividades laborais.

Essa medida é essencial para identificar e combater os problemas de saúde no ambiente de trabalho. Dessa forma, se você quer conhecer todas elas, acompanhe.

As doenças de trabalho são aquelas que concedem benefícios aos trabalhadores. Veja quais são!
As doenças de trabalho são aquelas que concedem benefícios aos trabalhadores. Veja quais são! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Saúde mental em foco

A princípio, uma mudança notável na lista é a inclusão de doenças ligadas à saúde mental, como a síndrome de burnout, depressão e ansiedade.

Essas condições, exacerbadas pelo estresse no ambiente de trabalho, agora são reconhecidas como doenças ocupacionais, destacando a importância de cuidar da saúde mental dos trabalhadores.

Impacto da COVID-19 nas doenças de trabalho

Ademais, a pandemia da COVID-19 deixou marcas profundas no mundo do trabalho, com a inclusão do vírus na lista reconhecendo o risco de contágio em ambientes laborais.

Essa medida sublinha a necessidade de medidas de proteção e conscientização sobre a saúde dos trabalhadores em face de pandemias.

Novos tipos de câncer

Além disso, a lista agora inclui novos tipos de câncer relacionados ao trabalho, evidenciando o impacto das mudanças tecnológicas e ambientais nas condições de saúde dos trabalhadores.

Reconhecer esses riscos é um passo crucial para a prevenção e o tratamento adequado. Este é um direito enquanto trabalhador e cidadão.

Proteção e prevenção contra as doenças de trabalho

Em síntese, a atualização da lista de doenças de trabalho é um reflexo das necessidades contemporâneas, visando proteger a saúde dos trabalhadores em um mercado de trabalho em constante evolução.

Essa medida reforça a importância de políticas de saúde ocupacional eficazes, incluindo a prevenção, diagnóstico precoce e tratamento adequado das doenças relacionadas ao trabalho.

Veja mais: URGENTE: teto do juros do consignado CAI novamente e alegra beneficiários do INSS

Quais doenças o INSS reconhece?

A lista é grande:

  1. Tuberculose ativa
  2. Hanseníase
  3. Alienação mental
  4. Neoplasia maligna (Câncer)
  5. Cegueira
  6. Paralisia irreversível e incapacitante
  7. Cardiopatia grave
  8. Doença de Parkinson
  9. Espondiloartrose anquilosante
  10. Nefropatia grave
  11. Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante)
  12. Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS)
  13. Contaminação por radiação com base em conclusão da medicina especializada
  14. Hepatopatia grave

Aliás, vale destacar que não são apenas essas doenças que se caracterizam para receber benefícios do INSS, são apenas as mais comuns e que pode, gerar benefícios sem necessidade de carência.

Quais benefícios posso conseguir devido às doenças de trabalho?

  1. Auxílio-doença: primeiramente, é concedido a quem fica temporariamente incapaz para o trabalho devido a uma das doenças listadas;
  2. Aposentadoria por invalidez: para casos em que a doença causa incapacidade permanente para qualquer trabalho;
  3. Auxílio-acidente: benefício pago ao trabalhador que sofre um acidente e fica com sequelas que reduzem sua capacidade de trabalho;
  4. BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada): destinado a pessoas com deficiência e idosos que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção;
  5. Aposentadoria especial: para trabalhadores que exercem atividades em condições prejudiciais à saúde ou à integridade física.

Mudanças importantes

Por fim, com essa expansão significativa na lista de doenças ocupacionais, espera-se uma maior conscientização tanto por parte dos empregadores quanto dos trabalhadores sobre a importância de um ambiente de trabalho seguro e saudável.

A inclusão de doenças mentais e novos tipos de câncer destaca a necessidade de abordagens holísticas para o bem-estar no local de trabalho, garantindo que todos possam trabalhar em condições que preservem sua saúde física e mental.

Acompanhe mais: INSS, 14º salário os grupos APTOS ao saque extra: BOMBA para todos os pensionistas