Conheça as cidades fantasmas mais ASSUSTADORAS do mundo

Lugares são aterrorizantes mesmo

Quando falamos em cidades fantasmas, logo vem à mente a ideia de filmes de terror ou livros de ficção, não é mesmo? Pois saiba que elas não são fruto de roteiristas muito criativos de Hollywood ou autores que viajaram demais na hora de escrever seus livros. Elas existem de verdade.

Diversas cidades espalhadas pelo mundo estão completamente abandonadas, sem ninguém morando nelas. Essas regiões atraem muito a atenção de turistas de todas as partes do planeta. Esses locais perderam seus habitantes pelas mais variadas razões, que vamos destrinchá-las a partir de agora.

Conheça as cidades fantasmas mais ASSUSTADORAS do mundo
Até o Brasil tem sua cidade fantasma (Foto: divulgação)

O que são Cidades Fantasmas?

Fantasma, na crença popular, é o espírito ou a alma de uma pessoa falecida, coisas teoricamente invisíveis ao olho humano. Ou seja, quando olhamos para um ‘fantasma’ não vemos nada, apenas um vazio. Cidades fantasmas são mais ou menos isso: municípios vazios, sem habitantes, sem almas ou espíritos, onde só sobram ruínas.

As razões para as cidades se ‘tornarem’ fantasmas são as mais variadas. Podem ir de problemas ambientais a escassez de água; da decadência econômica a desastres e tragédias. Vamos conhecer algumas delas?

Veja também: WhatsApp FINALMENTE libera nova ferramenta que todo mundo queria; descubra!

Cidades fantasmas na China

Com o crescimento econômico chinês nas últimas décadas, surgiram diversas cidades fantasmas por todo o país. Isso porque o governo da China, para demonstrar poderio financeiro, ergueu diversas megacidades nas mais variadas regiões do seu território. Só que ‘faltou combinar com os russos’, como diz o ditado. Isso porque ninguém quis se mudar para esses lugares.

Por isso, calcula-se que existam pelo menos 50 grandes cidades fantasmas na China. No entanto, boa parte delas recebe movimento de turistas em algumas partes do ano, ficando completamente vazias apenas por alguns meses. Porém, ao menos 20 municípios são abandonados mesmo, como Kangbashi, situada no distrito de Ordos e anunciada em 2010 como a “Dubai do Norte da China”. O local tem infraestrutura pronta para abrigar mais de um milhão de pessoas, mas comporta pouco mais de 20 mil habitantes.

Por outro lado, Beichuan, distrito de Mianyang, na província de Sichuan, no norte da China, já teve uma população gigantesca, mas foi abandonada depois de um terremoto devastador ocorrido em 2008, tendo o antigo centro urbano sido reduzido a ruínas. Outro lugar chinês que virou cidade fantasma é o distrito de Zhangmutou, que guarda um condomínio de alto padrão, com centenas de mansões luxuosas completamente abandonadas.

Brasil também tem cidades fantasmas

Quem achava que cidades fantasmas eram coisas de ‘gringo’, saiba que no Brasil também temos nossos municípios completamente abandonados. O principal deles é Fordlândia, situada a mais de 1.200 km de Belém, no Pará, quase na divisa com o Amazonas. A área, de 15 mil m², é um projeto pessoal de Henry Ford, famoso empresário norte-americano do setor automobilístico.

O executivo recebeu o espaço do governo do Pará com a intenção de construir uma cidade autossuficiente que fosse capaz de abastecer sua empresa de látex, material fundamental para a produção de pneus e peças de borracha. No entanto, o terreno cedido era extremamente infértil e pedregoso, o que ajudou a arruinar a empreitada. Por isso, só sobraram prédios e ruínas às margens do rio Tapajós.

Itália

A região italiana da Pompeia talvez seja a mais famosa das cidades fantasmas. O local sucumbiu à força da natureza quando o vulcão Vesúvio, que ficava a 25 km do município, explodiu em uma violenta erupção em 79 d.C. O estrondo foi tão forte que liberou nuvens de cinza enormes, bem como gases tóxicos e lava pela região, matando toda a população do lugar instantaneamente.

Redescoberta por arqueólogos no fim do século 18, Pompeia, atualmente, é um dos principais destinos turísticos nos arredores de Nápoles. Apesar de ser uma ‘cidade fantasma’, a região atrai milhares de visitantes todos os anos.

Veja também: NESTES estados do Brasil o casamento dura mais; afirmação é polêmica!