COMUNICADO para todos os cidadãos que declararam o Imposto de Renda

Declarou o Imposto de Renda corretamente? Se sim, fique atento, pode ser que você tenha valores a receber; veja.

Ano após ano os brasileiros se deparam com uma obrigação fiscal importante: a declaração do Imposto de Renda (IR).

Desse modo, aqueles que se enquadram nos requisitos exigidos pela Receita Federal devem ficar atentos. E nisso, podemos te ajudar. Portanto, acompanhe a leitura

Fique de olho nos detalhes. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

Imposto de Renda 2023: restituição tem data anunciada

Antes de mais nada, é importante destacar que não basta apenas cumprir com suas obrigações tributárias. Isso porque os contribuintes que possuem direito à restituição do Imposto de Renda também devem ficar atentos ao período de pagamento do valor devido. Neste ano, inclusive, a Receita Federal já anunciou o mês em que ocorrerá o 1° lote de repasses: maio.

Lembrando que a restituição do Imposto de Renda nada mais é do que a devolução do que foi pago a mais pelo contribuinte ao longo do ano-calendário. Esse valor é calculado pela Receita Federal durante o procedimento de análise da declaração. Além disso, vale dizer que, em geral, os repasses acontecem em sete lotes, de junho a dezembro.

Para receber a restituição, é necessário que o contribuinte tenha enviado sua declaração dentro do prazo, sem erros ou omissões. A saber, a definição da ordem de pagamento ocorre conforme a data de envio da declaração. Ademais, têm prioridade os contribuintes que entregaram o documento mais cedo, ou que escolheram o recebimento via PIX.

Veja também: Lote residual do Imposto de Renda será pago nesta semana; veja quem recebe 

Quando ocorrerá o pagamento do 1° lote de restituição?

Neste ano, segundo a Receita Federal, o pagamento do 1º lote de restituição do Imposto de Renda está marcado para ocorrer no dia 31 de maio. A partir dessa data, os contribuintes que tiverem direito aos valores poderão consultar o status do pagamento diretamente site ou aplicativo do Fisco, disponível em:

  • Site da Refeita Federal: https://bityli.com/zzUyuU
  • App para Android: https://bityli.com/8XZyX
  • App para iPhone (iOS): https://bityli.com/teYNbCzK

É importante esclarecer ainda que essa primeira rodada de pagamentos é sempre a que contempla a maior quantidade de contribuintes. Isso porque a ordem de pagamento é definida de acordo com a data de envio da declaração. Por esta razão, quem tem direito e entregou a declaração de maneira antecipada, pode receber o valor já em maio.

Consulte e veja!

Felizmente é possível  acompanhar a situação da restituição do Imposto de Renda. Para isso, basta que o contribuinte acesse o site da Receita Federal ou utilize o aplicativo “Meu Imposto de Renda“, disponível para Android e iOS. Antes da consulta, é preciso informar o número do CPF e a data de nascimento; somente assim você terá acesso aos dados.

Na página de consulta, não se esqueça de verificar se o sistema recebeu a declaração, se está em análise, se teve processamento e se existe alguma pendência ou inconsistência de informações. Quando liberada a restituição, o status muda para “crédito em conta corrente”, sinalizando que o valor cairá na conta bancária informada pelo contribuinte.

Ademais, se o contribuinte não receber a restituição no primeiro lote, será preciso verificar a existência de alguma pendência ou inconsistência na declaração. Se houver, será necessário corrigir as informações e enviar uma declaração retificadora. Do contrário, apenas resta apenas aguardar os próximos lotes de restituição. A Receita Federal costuma liberar os valores em sete lotes, sendo o primeiro em 31 de maio.

Veja mais: Receita Federal libera LOTE RESIDUAL do Imposto de Renda; quem já declarou o IR poderá receber?