Comunicado OFICIAL aborda ausência na Prova de Vida do INSS, suspensão de pagamentos e mais

De acordo com o INSS, os brasileiros precisam realizar a prova de vida para conseguir manter o benefício. Confira todos os detalhes do procedimento.

Desde 2023, a prova de vida do INSS passou por algumas mudanças importantes. O objetivo das mudanças é facilitar a vida dos beneficiários e reduzir as filas nas agências do INSS. Dessa forma, é possível confirmar que o beneficiário está vivo e evitar pagamentos indevidos.

São beneficiários do Instituto, os aposentados, pensionistas e pessoas que recebem BPC (Benefício de Prestação Continuada). Ou seja, esse grupo de brasileiros precisam realizar o procedimento. Continue lendo esta matéria para saber o que acontece com quem deixa de fazer a prova de vida.

Comunicado OFICIAL aborda ausência na Prova de Vida do INSS, suspensão de pagamentos e mais
Saiba o que acontece com quem não faz a Prova de Vida

Nova prova de vida do INSS: tudo o que você precisa saber

Conforme já mencionado, os brasileiros que recebem algum tipo de benefício do INSS devem realizar a prova de vida. Atualmente, ela acontece de diversas formas. Confira.

  • Biometria facial: Agora, os beneficiários podem fazer a prova de vida por biometria facial, através do aplicativo gov.br ou no site do INSS.
  • Reconhecimento facial em caixas eletrônicos: O reconhecimento facial também está disponível nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.
  • Atendimento bancário: Os beneficiários que recebem seus benefícios por conta corrente ou poupança em bancos privados também podem fazer a prova de vida diretamente no banco.
  • Agendamento online: O agendamento para a prova de vida presencial pode ser feito online, no site do INSS.

Quem precisa fazer a prova de vida?

Todos os beneficiários do INSS, inclusive aposentados, pensionistas e beneficiários de outros programas, como o BPC (Benefício de Prestação Continuada), precisam fazer a prova de vida anualmente.

Como fazer a prova de vida por biometria facial?

Para fazer a prova de vida por biometria facial, o beneficiário precisa:

  • Ter um smartphone ou tablet com acesso à internet;
  • Ter baixado o aplicativo gov.br;
  • Ter um cadastro no gov.br com nível de segurança prata ou ouro.

Passo a passo para fazer a prova de vida por biometria facial:

  1. Acesse o aplicativo gov.br ou o site do INSS;
  2. Clique na opção “Prova de vida”;
  3. Siga as instruções na tela;
  4. Permita que o aplicativo acesse a câmera do seu dispositivo;
  5. Faça a leitura facial.

Veja também: Quais benefícios do INSS contemplam pessoas com transtornos mentais? Veja as REGRAS!

O que fazer se a prova de vida por biometria facial não funcionar ou se o beneficiário não tiver smartphone?

Se a prova de vida por biometria facial não funcionar, o beneficiário pode tentar novamente em outro momento.

Ou proceder da mesma forma que o beneficiário que não possui smartphone:

  • Fazer a prova de vida por reconhecimento facial em um caixa eletrônico do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal;
  • Agendar um atendimento presencial em uma agência do INSS.

 Agendamento

De acordo com o INSS, é possível fazer o agendamento da Prova de Vida do INSS através de várias formas. Confira todas elas abaixo. 

  • Online no site do INSS (https://www.gov.br/inss/pt-br);
  • Pelo telefone 135;
  • Nas agências do INSS (atendimento limitado).

Esses são os documentos necessários.

  • Documento de identidade com foto;
  • Cartão do INSS.
  • Terceiro pode realizar a prova de vida em seu nome com procuração:
    • Procuração com firma em cartório.
    • Documentos do procurador.

Veja também: 4 profissões ‘antigas’ que ainda pagam MUITO bem e você não sabia