Comunicado do Bradesco e os 4 ALERTAS aos correntistas HOJE (10)

Descubra os alertas cruciais emitidos pelo Bradesco aos seus clientes e saiba como se proteger de possíveis ameaças financeiras.

O Bradesco, um dos maiores bancos do país, emitiu recentemente uma série de alertas urgentes aos seus clientes, visando protegê-los de possíveis ameaças financeiras e fraudes.

Vamos explorar esses alertas e entender como os clientes podem se proteger contra potenciais riscos.

Comunicado do Bradesco e os 4 ALERTAS aos correntistas HOJE (09)
Cartão Bradesco. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Fraudes por Phishing: Cuidado com E-mails e Mensagens Suspeitas

Um dos alertas emitidos pelo Bradesco diz respeito às fraudes por phishing, um tipo de golpe em que os criminosos enviam e-mails ou mensagens de texto falsos, fingindo ser do banco, na tentativa de obter informações confidenciais dos clientes, como senhas e números de conta.

Os clientes devem estar atentos a e-mails e mensagens suspeitas e evitar clicar em links ou fornecer informações pessoais sem verificar a autenticidade do remetente.

Clonagem de Cartões: Verifique suas Transações Regularmente

Outro alerta importante do Bradesco é sobre a clonagem de cartões. Os clientes devem verificar regularmente suas transações financeiras, seja por meio do aplicativo do banco ou do extrato bancário, e relatar imediatamente qualquer atividade suspeita ao banco.

Além disso, é importante tomar precauções ao utilizar caixas eletrônicos e terminais de pagamento, garantindo que não haja dispositivos de skimming instalados para capturar informações dos cartões.

Golpes de Empréstimos Falsos: Desconfie de Ofertas Irreais

O Bradesco também alertou seus clientes sobre golpes de empréstimos falsos, nos quais os criminosos oferecem condições de empréstimo extremamente vantajosas, com o objetivo de obter informações pessoais ou dinheiro dos clientes.

Os clientes devem desconfiar de ofertas que pareçam muito boas para ser verdade e verificar sempre a legitimidade das instituições financeiras antes de fornecer informações pessoais ou realizar transações.

Veja também: Notícia incrível HOJE (08/03): R$ 128 e R$ 643 disponível para correntistas do Bradesco que fizerem ISTO

Atualização de Dados: Mantenha suas Informações Atualizadas

Por fim, o Bradesco recomenda que os clientes mantenham suas informações cadastrais atualizadas junto ao banco, incluindo número de telefone, endereço e e-mail de contato. Isso ajuda o banco a manter comunicação eficaz com os clientes e a evitar possíveis problemas relacionados à segurança e ao acesso à conta.

Veja também: 10 dicas para seu cartão não ser clonado

Quais são os sinais de que meu cartão pode ter sido clonado e o que devo fazer nessa situação?

Existem vários sinais que podem indicar que seu cartão foi clonado. Alguns desses sinais incluem:

  1. Transações não autorizadas: Se você notar transações em seu extrato bancário que não reconhece ou não autorizou, pode ser um sinal de que seu cartão foi clonado.
  2. Duplicidade de transações: Às vezes, os golpistas tentam fazer várias transações com o mesmo valor, na esperança de que uma delas passe despercebida. Se você vir várias transações idênticas em seu extrato, isso pode indicar uma clonagem de cartão.
  3. Bloqueios inesperados: Se seu cartão for bloqueado pelo banco sem motivo aparente, pode ser um sinal de atividade suspeita associada a ele.
  4. Recebimento de cartões não solicitados: Se você receber um novo cartão pelo correio que não solicitou, pode ser um sinal de que alguém está tentando acessar sua conta.

Se você suspeitar que seu cartão foi clonado, é importante agir rapidamente para evitar maiores danos. Aqui estão algumas etapas que você pode seguir:

  1. Entre em contato com o banco imediatamente: Informe o banco sobre suas preocupações e solicite o bloqueio do cartão.
  2. Verifique suas transações: Analise seu extrato bancário para identificar quaisquer transações não autorizadas e relate-as ao banco.
  3. Atualize suas senhas: Altere suas senhas bancárias e de qualquer outra conta que possa estar associada ao cartão clonado.
  4. Monitore sua conta: Fique atento a qualquer atividade suspeita em sua conta e continue monitorando suas transações regularmente.
  5. Registre uma queixa: Se necessário, registre uma queixa na delegacia de polícia mais próxima ou no site do Banco Central do Brasil.

Veja também: COMUNICADO GERAL do Bradesco para brasileiros com conta-poupança ativa: 3 avisos importantíssimos