- Publicidade -

Como receber o novo crédito do Bolsa Presença em 2022: 370 mil famílias vão receber as parcelas a partir de janeiro

Para receber o benefício é necessário estar cadastrado no CadÚnico, ter dados atualizados e estar em condições de vulnerabilidade econômica.

0

A partir de amanhã, 10 de janeiro, começará a ser pago o novo crédito do Programa Bolsa Presença que tem como finalidade pagar o valor de R$ 150 por mês para as famílias que possuem estudantes na rede estadual.

- Publicidade -

Para receber o benefício é necessário estar cadastrado no CadÚnico, ter dados atualizados e estar em condições de vulnerabilidade econômica.

A pretensão é que o benefício seja recebido par mais de trezentas e setenta mil famílias e quatrocentos e vinte mil estudantes, perfazendo o total de gastos no valor de trezentos e noventa milhões de reais.

Como receber o novo crédito do Bolsa Presença em 2022: 370 mil famílias vão receber as parcelas a partir de janeiro
Benefícios começarão a ser pagos as famílias dos estudantes cadastradas no CadÚnico.  Imagem:  REUTERS/Pilar Olivares

Como receber o novo crédito do Bolsa Presença em 2022: 370 mil famílias vão receber as parcelas a partir de janeiro

- Publicidade -

Para receber o benefício há condições que devem ser atendidas como frequência mínima de setenta e cinco por cento às aulas na unidade escolar onde o aluno é matriculado; participação obrigatória dos alunos em todas as avaliações de aprendizagem na escola e à constância na atualização dos dados na unidade escolar e da família no Cadastro único.
O benefício Bolsa Presença é parte do Programa Estado Solidário e possui a finalidade de fazer com que os estudantes fiquem estimulados a permanecer na unidade escolar durante o processo de aprendizagem na rede estadual.

Este pagamento seria finalizado no mês de dezembro do ano passado, contudo passou a ser permanente, já que a medida foi publicada no Diário Oficial do Estado após a sanção de Rui Costa, governador da Bahia.

Outra novidade é que haverá a ampliação do valor a ser pago, já que será também concedido o acréscimo de R$ 50 por aluno, a partir do 2º estudante que for admitido no Programa.

- Publicidade -

O governador Rui Costa alega que esta medida é uma forma estratégica de fazer com que os alunos permaneçam estudando e que também representa uma ajuda na qualidade de vida das pessoas, assim como também, aumenta a aprendizagem.

Veja também:  Governo confirma benefícios para 2022: Veja a lista, quem pode ter acesso e a previsão

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais