Como ficará o Bolsa Família depois das mudanças no CadÚnico: Inscritos no benefício podem sofrer impacto

Atualizado Hoje!

Como ficará o Bolsa Família depois das mudanças no CadÚnico: Veja quais são as mudanças previstas no programa Bolsa Família nos próximos meses!

Estamos praticamente no meio do ano e as conversas sobre as reformulações nos programas sociais do Governo Federal continuam acontecendo. Uma das últimas informações que está dando o que falar é a possível mudança no Bolsa Família em 2021 a partir do ingresso no CadÚnico por aplicativo

O presidente Jair Bolsonaro falou sobre como o Cadastro Único pode mudar e isso poderá ter influência diretamente no programa de renda. Entenda e saiba o que especialistas estão falando sobre o assunto. 

Como ficará o Bolsa Família depois das mudanças no CadÚnico
Imagem: Divulgação45

Inscrição Cadastro Único pelo aplicativo 

Desde janeiro deste ano estão surgindo rumores sobre novas formas de inscrição no Cadastro Único por aplicativo. Neste momento, a única forma de inscrever-se no sistema e no programa Bolsa Família é indo até um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). 

A questão é que Jair Bolsonaro afirmou que a questão da reformulação do Bolsa Família está quase concluída. Junto com essa declaração, o presidente confirmou que não será mais necessário ir até um CRAS para inscrever-se. 

Essa nova reformulação do Cadastro Único está acontecendo através de uma digitalização do sistema. Mesmo sem ter sido confirmado, pode ser que a inscrição no Bolsa Família também seja de forma online. 

Cadastro Único Online 2021

O Cadastro Único online em 2021 pode parecer uma boa ideia, mas algumas críticas estão surgindo sobre essa ação. A principal delas é que essa reformulação acabaria por tirar um protagonismo dos municípios que é importante no momento dessa inscrição. 

Isso acontece principalmente porque muitos brasileiros não possuem acesso à internet. Não é a realidade de todos terem um notebook ou celular com acesso a uma possível inscrição no CadÚnico online

Deputados da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, preocupados com essa situação, procuraram Angélia Amélia Faddoul, diretora do Departamento do CadÚnico do Ministério da Cidadania. 

De acordo com a diretora, o aplicativo do Cadastro Único em 2021 não substituiria o contato humano e os atendimentos do CRAS. A ideia é fazer uma atualização dos serviços pensando em facilitar a vida da população. 

Cadastro Único pela Internet afeta Bolsa Família 

A grande questão é a seguinte: a inscrição no Cadastro Único pela internet afeta o Bolsa Família? Especialistas dizem que sim. A ex-ministra de Desenvolvimento Social, Tereza Campello, chamou esse processo de “desumanização” do CadÚnico. 

A inscrição do CadÚnico feita apenas por aplicativo poderá deixar de fora uma parte da população que já é invisibilizada. Isso acarretaria que o perfil do novo Bolsa Família 2021 também mudaria já que é obrigatório o Cadastro Único para receber a renda. 

Sendo assim, é importante ficar atento para todos os pontos. Para facilitar vamos trazer alguns:

Pontos a favor do Cadastro Único por aplicativo:

  • Facilidade no acesso; 
  • Rapidez para inscrever-se; 
  • Inscrição sem precisar se deslocar até um CRAS; 
  • Facilidade na consulta do CadÚnico

Pontos contra o Cadastro Único por app:

  • Dificuldade de acesso para quem não tem acesso à internet; 
  • Problemas para encontrar os cidadãos “invisíveis” (sem CPF e outros documentos); 
  • Menos autonomia das prefeituras para ajudar a população. 

Mudanças Bolsa Família 2021

Também é importante ficar atento para as mudanças no Bolsa Família em 2021. Alguns rumores dizem que um novo programa já está até com o nome definido: Emancipação Cidadã

De acordo com matéria da revista Veja, o novo programa Emancipação Cidadã deve ser lançado até setembro. A ideia é atualizar o Bolsa Família e ampliar os pagamentos e o dinheiro que vai para essa nova ação. 

Para saber mais sobre o novo programa Bolsa Família, Emancipação Cidadã, acesse: https://pronatec.pro.br/bolsonaro-anuncia-programa-substituira-bolsa-familia/

 

Leia Também