CNH já tem nova versão disponível: veja como emitir o documento ATUALIZADO

O documento passou por uma reformulação completa para ficar mais seguro e com informações de fácil identificação. Saiba o que mudou na CNH.

As pessoas interessadas em emitir ou renovar a habilitação devem ficar atentas as mudanças que aconteceram na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que tem uma nova versão. O documento foi completamente atualizado e reformulado, ele está disponível para os condutores brasileiros desde o mês de junho de 2022.

As alterações foram realizadas com o objetivo de oferecem maior segurança e favorecer a identificação das informações contidas no documento que também tem um novo design. Algumas dessas modificações alteram também a emissão da CNH. A nova habilitação contempla a atualização presente na legislação vigente do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Dessa forma, é essencial que os condutores saibam quais são as novas determinações e fiquem atentos aos prazos de renovação do documento para evitarem qualquer conflito com a lei. Vale lembrar que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de cada estado é o responsável pelos procedimentos de emissão e renovação.

CNH já tem nova versão disponível: veja como emitir o documento ATUALIZADO
Veja o que mudou no documento. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

O que mudou na nova versão da CNH?

Foram incluídos itens de segurança na versão digital e impressa da CNH, o documento impresso será emitido em papel fluorescente, que brilha no escuro. Houve a inclusão de itens visíveis apenas com luz ultravioleta e um holograma, além do código MRZ (Machine Readable Zone), utilizado em passaportes e que permite a validade da habilitação no exterior.

No que se refere as informações, a letra “P” sinaliza que o motorista está com a permissão provisória e temporária e a “D” identifica que o motorista está com a versão definitiva do documento. Há ainda a indicação ACC (Autorização Para Conduzir Ciclomotor) e um quadro de observações para informar possíveis restrições médicas ou se o condutor exerce atividade remunerada como motorista.

No design, predominam as cores verde e amarelo, a assinatura do documento aparece abaixo da foto e tem também um quadro com as silhuetas dos veículos que o motorista está habilitado a dirigir.

Veja também: Fim dos documentos físicos; aprenda a ter o RG, CPF ou CNH no celular

Regras para emitir ou renovar o documento

De acordo com a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), a troca da CNH para a nova versão não é obrigatória, pois os documentos atuais seguem valendo até o dia do vencimento. A mudança vai ocorrer de forma gradual. Para quem vai emitir a habilitação pela primeira vez não houve alteração, é preciso realizar exames psicológicos aulas e provas teóricas e práticas, confira os critérios:

  • Ter 18 anos ou mais;
  • Estar com o CPF regular e ativo;
  • Ser um cidadão alfabetizado;
  • Apresentar RG, CPF e comprovante de residência.

O novo modelo será emitido por quem vai tirar a primeira ou segunda via da habilitação, adicionar uma nova categoria ou ainda fazer outra alteração no documento. O prazo para renovação foi modificado, veja:

  • Validade de 10 anos: para pessoas com até 49 anos;
  • Validade de 5 anos: para pessoas com idade entre 50 e 69 anos;
  • Validade de 3 anos: para pessoas com idade a partir de 70 anos.

A emissão e renovação devem ser solicitadas junto ao Detran de cada estado, mais informações sobre o procedimento podem ser consultadas nos sites da autarquia, as taxas e os custos variam de acordo com a região do solicitante.

Veja também: CNH GRÁTIS: Detran está convocando cidadãos, confira