Nova CONQUISTA! Cestas básicas são LIBERADAS em fevereiro e população já pode receber

Milhares de pessoas poderão receber cestas básicas do governo através do Bolsa Família. Saiba quem poderá ter acesso ao benefício!

Você sabia que além do benefício mensal, o Bolsa Família está oferecendo algo mais para ajudar as famílias brasileiras? Estou falando das cestas básicas, um auxílio extra para quem mais precisa. Neste momento desafiador para muitos, essa ajuda é um alívio e tanto! Se você é beneficiário do Bolsa Família, quero te contar como você pode receber essa assistência adicional. 

Vamos juntos entender esse processo, descomplicar as etapas e garantir que você não perca essa oportunidade. Siga comigo nessa jornada por mais segurança alimentar!

Você sabia que o Bolsa Família também distribui cestas básicas? Veja quais pessoas podem ter acesso!
Você sabia que o Bolsa Família também distribui cestas básicas? Veja quais pessoas podem ter acesso! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Cestas básicas pelo Bolsa Família: saiba como garantir a sua!

O Bolsa Família, atendendo mais de 21 milhões de famílias em todo o Brasil, agora inclui a distribuição de cestas básicas. Mas atenção: cada município tem suas próprias regras para o recebimento destas cestas. O que eles têm em comum? Vamos descobrir!

Como receber as cestas básicas

Para ter acesso a essa ajuda, o primeiro passo é ir até uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Lá, um assistente social vai te explicar todos os critérios e o que você precisa fazer. Geralmente, é necessário ter o Cadastro Único atualizado.

Documentação necessária

Prepare-se levando alguns documentos importantes:

  • Documento de identificação com foto;
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Título de eleitor;
  • Certidão de nascimento e casamento (se aplicável).

Benefício extra em dinheiro

Em alguns lugares, a cesta básica vem na forma de um benefício extra, que varia entre R$ 200 e R$ 300. Esse valor é depositado diretamente na Poupança Social do Caixa Tem, um app que permite várias transações financeiras.

Calendário de pagamento

As datas de pagamento geralmente seguem o calendário do Bolsa Família, organizado de acordo com o Número de Identificação Social (NIS). Fique de olho!

  • NIS final 1: 16 de fevereiro;
  • NIS final 2: 19 de fevereiro;
  • NIS final 3: 20 de fevereiro;
  • NIS final 4: 21 de fevereiro;
  • NIS final 5: 22 de fevereiro;
  • NIS final 6: 23 de fevereiro;
  • NIS final 7: 26 de fevereiro;
  • NIS final 8: 27 de fevereiro;
  • NIS final 9: 28 de fevereiro;
  • NIS final 0: 29 de fevereiro.

Veja também: Polêmica do FIM do RG, perda do Bolsa Família, novo substituto e mais!

Conheça as regras do Bolsa Família e amplie seus benefícios!

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda do Governo Federal do Brasil, desenhado para ajudar famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Para participar e se beneficiar deste programa, é necessário entender e cumprir algumas regras importantes:

Critérios de renda 

  • Pobreza: renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa;
  • Extrema pobreza: renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos;
  • Cadastro Único: para ser elegível, a família precisa estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. É através desse cadastro que o governo identifica e seleciona as famílias que precisam do auxílio.

Atualização de dados 

As informações no Cadastro Único devem ser atualizadas regularmente, pelo menos a cada dois anos, ou sempre que houver alguma mudança significativa na situação da família, como nascimento, morte, casamento, mudança de endereço, entre outros.

Condicionalidades de educação 

As famílias com crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos devem garantir a frequência escolar de, no mínimo, 85% para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, e de 75% para adolescentes de 16 e 17 anos.

Condicionalidades de saúde

As famílias beneficiadas devem cumprir as condicionalidades de saúde, que incluem o acompanhamento do calendário de vacinação e do crescimento e desenvolvimento das crianças menores de 7 anos. As gestantes devem realizar o pré-natal, e as mulheres em idade fértil (14 a 44 anos) devem participar de ações de planejamento familiar.

Veja também: Bolsa Família e o risco de bloqueio dos pagamentos: descubra se você pode ser afetado