Passo a passo para DESCOBRIR se você caiu na malha fina do Imposto de Renda 2022

Ainda, conheça os principais motivos que fizeram com que os brasileiros fossem pegos.

O 5° e último lote de restituições do Imposto de Renda deste ano, que diz respeito ao ano de 2021 já está liberado para consulta. Essa liberação resulta na possibilidade de receber um percentual vindo da Receita Federal. Porém, em alguns casos, a declaração feita fica retida na malha fiscal, conhecida também como “malha fina”.

Em 2022, por volta de 1,03 milhões de declarações ficaram retidas por alguma pendência ou erro encontrado na indicação do Imposto de Renda. Ademais, os contribuintes que não resolverem suas pendências com a Receita Federal podem sofrer multa de até 75% do valor dos impostos não declarados, além de outras penalidades.

Veja o que te fez cair na malha-fina – Foto: Marcello Casal Jr Agência Brasil.

Veja se você foi pego na malha fina do Imposto de Renda

O primeiro passo para entender a situação da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física é acessar o Centro de Atendimento Virtual (e-CAC), da Receita Federal.

Para entrar no site (https://bityli.com/XIqex), é preciso gerar um código de acesso fornecendo informações do contribuinte, como: número do CPF e data de nascimento. O código, por sua vez, é gerado pelo próprio sistema. Em seguida, você deverá informar o número das declarações a serem consultadas.

Todavia, caso não tenha entregado a declaração deste ano, é possível gerar o código inserindo o número da última declaração entregue e o título de eleitor. Dessa forma, com o código em mãos, será possível criar uma senha para acessar o extrato no e-CAC.

Já dentro do sistema, o contribuinte terá que verificar a opção “Declarações e Demonstrativos”, e então selecionar “Meu Imposto de Renda”. Se a declaração estiver retida por algum problema, as pendências irão aparecer ao clicar na opção “Pendências na Malha“.

Por fim, no próprio site existem as opções disponíveis para a resolução dos problemas,. São elas:

  • Enviar uma nova declaração retificadora;
  • Enviar pela Internet os documentos referentes ao erro apresentado; ou
  • Esperar a notificação da Receita Federal informando quais documentos devem ser enviados e um prazo para a solução.

Veja ainda: Imposto de Renda 2022: Conheça as operações que podem fazer você cair na malha fina — e saiba como evitar  

Erros na Declaração do Imposto de Renda ficam retidos na malha fiscal

De acordo com o que foi dito pela própria Receita Federal, existe um motivo principal pelo qual a Declaração de Imposto de Renda do ano-base 2021 tenha sido retida. A saber, este motivo diz respeito à omissão de rendimentos pelo contribuinte.

Em resumo, a soma dos casos retidos por esse tipo de situação chegou a quase 42%. Isso se explica pois muitas vezes o contribuinte esquece de dar baixa em seu Imposto de Renda dos valores obtidos de forma menos comum.

Alguns exemplos de fonte de renda que costumam ser esquecidas durante o processo de análise do erro são:

  • Ações judiciais;
  • Rendimentos provindo do aluguel de imóveis; e outros

Por incrível que pareça, até mesmo os salários podem entrar nesta lista. Ademais, outros 28,6% dos casos que tiveram suas declarações retidas, tem como razão o erro no cálculo da dedução de gastos. Situações como gastos médicos, pagamento de pensões alimentícias, contribuições para o regime da previdência pública ou privada resultaram em erro no valor declarado.

A princípio, os valores de Imposto de Renda aplicados à fonte do dinheiro apresentaram divergência daqueles registrados pela pessoa física, sem contar que as outras inconsistências na própria Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física deste ano causaram 21,9% de casos de retenção.

Por fim, o restante dos motivos que ocasionaram as retenções dos contribuintes na malha fina foram:

  • Dedução do imposto indevido;
  • Discordância sobre o pagamento do carnê-leão ou Imposto complementar; e
  • Rendimentos acumulados.

Veja ainda: Malha Fina do Imposto de Renda 2022: Milhares de declarações já caíram, como consultar?