Quem está no CadÚnico vai RECEBER a EXTENSÃO do Auxílio Emergencial de R$ 250 em MARÇO? Veja como ATUALIZAR seus DADOS no CADASTRO ÚNICO!

Alexandre Guglielmelli
Atualizado Hoje!

Precisa RECEBER a EXTENSÃO do Auxílio Emergencial no CadÚnico? Veja como ATUALIZAR seus DADOS e ganhar o PAGAMENTO de R$ 250 em MARÇO.

Com a confirmação oficial das novas parcelas do Auxílio Emergencial, muitos inscritos no CadÚnico ficaram com dúvidas. Será que é preciso atualizar os dados para receber o novo benefício de R$ 250?

Veja abaixo todas as informações sobre o Auxílio Emergencial no CadÚnico: como atualizar seus dados, quem vai receber a extensão e outros detalhes essenciais para a obtenção do benefício.

Quem está no CadÚnico vai RECEBER a EXTENSÃO do Auxílio Emergencial de R$ 250 em MARÇO?
Imagem: Alexandre Alves/Governo do Tocantins/Divulgação

Quem deve se registrar no CadÚnico?

Usado para a destinação dos programas sociais do Governo, o Cadastro Único engloba vários tipos de populações vulneráveis no Brasil. São elas:

  • Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa;
  • Famílias com renda mensal de três salários mínimos no total;
  • Famílias que possuem renda acima desses valores, mas que são público alvo de programas e benefícios governamentais específicos;
  • Pessoas que moram e se sustentam sozinhas (famílias unipessoais);
  • Pessoas em condição de rua (com a família ou sozinhas);
  • Famílias em situação de extrema pobreza, com R$ 178 de renda per capita mensal (esse é o principal público alvo do cadastro)

O cadastro do governo não serve apenas para o Auxílio Emergencial de R$ 250 em março, mas também para o recebimento de vários outros benefícios do governo, como por exemplo o Bolsa Família.

Preciso atualizar meus dados para receber o Auxílio no CadÚnico?

Mesmo sem mudanças familiares, a atualização do Cadastro Único é obrigatória a cada dois anos. A medida é tomada para evitar fraudes e destinar os recursos para quem realmente precisa. A atualização deve ser feita até mesmo por quem não recebe o Auxílio Emergencial.

A atualização também deve ser sempre feita quando ocorrer uma mudança significativa na família, já que os inscritos do CadÚnico assumem o compromisso de prestar informações atuais e verdadeiras. As mudanças que exigem atualização são as seguintes:

  • Nascimento de um novo membro da família;
  • Morte de um membro da família;
  • Mudança de um membro da família para outra casa;
  • Mudança de endereço;
  • Entrada de menores na escola ou transferência de escola;
  • Aumento ou diminuição de renda;
  • Casamento.

Para fazer a atualização cadastral, a família deve procurar o setor responsável pelo Cadastro Único ou Bolsa Família em sua cidade e agendar uma nova entrevista, sempre apresentando os dados atualizados.

Muitos municípios oferecem os serviços e ferramentas de atualização cadastral e cadastramento inicial nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Clique aqui para saber mais sobre a situação dos beneficiários do Bolsa Família no Novo Auxílio!

Como fazer a atualização dos dados?

Se você ainda não está inscrito no Cadastro Único, precisa fazer o agendamento de entrevista. É possível fazer o agendamento por meio da internet, mas a entrevista é sempre presencial e precisa ser marcada com antecedência.

O cadastro é sempre feito com uma entrevista com um membro da família ou responsável familiar (preferencialmente mulher), com mais de 16 anos e condições de revelar informações sobre toda a unidade familiar.

O agendamento é feito por meio do site oficial do CadÚnico, (procurar pelo bloco Cidadania e Assistência Social e clicar em CadÚnico) ou pelo telefone 156.

Após o agendamento da data, você só precisa comparecer no dia e local escolhido com no mínimo um documento original de cada integrante da família. Os endereços disponíveis para cada estado brasileiro estão descritos nos mesmos sites de agendamento (CRAS, por exemplo).

Para verificar se você já está cadastrado no CadÚnico, é preciso apenas informar seus dados no site oficial do programa ou no app Meu CadÚnico.

O Auxílio Emergencial no CadÚnico

Quando o governo confirmou a prorrogação do Auxílio Emergencial, muita gente ficou em dúvida se poderia receber as novas parcelas. Segundo o Ministério da Economia, seria feito uma reavaliação criteriosa para a concessão do benefício de R$ 250 em março.

Dentre essas 33 milhões de pessoas, cerca de 14 milhões são os beneficiários do Bolsa Família. Ou seja, os inscritos no programa do governo continuarão a receber a nova versão do Auxílio Emergencial em 2021.

Sendo assim, quem já está inscrito no CadÚnico tem tudo para receber a nova extensão do Auxílio Emergencial! Deve ficar de fora quem já tem emprego formal ou conseguiu um emprego nos últimos meses de 2020, quem recebe aposentadoria, auxílio doença, pensões, auxílio acidente, seguro desemprego, ou quem contou com incremento na renda familiar.

 

Leia Também