CadÚnico e o repasse R$ 2.012,00 para famílias; confira os requisitos para solicitar

O CadÚnico se torna a chave para desbloquear até R$ 2.012 em benefícios para famílias de baixa renda em 2024. Descubra como esse registro pode transformar sua situação financeira.

Em um momento em que a estabilidade econômica parece mais uma miragem distante para muitas famílias brasileiras, o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) surge como um farol de esperança.

Em 2024, o CadÚnico promete abrir as portas para uma série de benefícios essenciais, oferecendo até R$ 2.012 para as famílias que atendem aos critérios de baixa renda definidos pelo governo.

CadÚnico e o repasse R$ 2.012,00 para famílias; confira os requisitos para solicitar
CadÚnico. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

CadÚnico

O CadÚnico age como um vasto registro, mapeando as condições de vida das famílias de baixa renda em todo o Brasil. Essas informações são vitais, pois habilitam o acesso a diversos programas de assistência social e benefícios governamentais.

Entre esses, o Bolsa Família destaca-se ao prometer um suporte básico de R$ 600, com a possibilidade de aumentar consideravelmente por meio de benefícios adicionais, como:

  • Benefício de Renda de Cidadania: Adiciona R$ 142 por membro da família.
  • Benefício Complementar: Garante que o total recebido chegue a pelo menos R$ 600.
  • Benefício Primeira Infância: Concede R$ 150 mensais para crianças de zero a sete anos.
  • Benefício Variável Familiar: Oferece R$ 50 extras por mês para gestantes e jovens de 7 a 18 anos.

Além do Bolsa Família, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) representa outra forma de assistência, adicionando até R$ 1.412 para famílias com idosos acima de 65 anos ou pessoas com deficiência.

A elegibilidade ao BPC requer uma solicitação específica junto ao INSS, além de estar em dia com o CadÚnico.

Como posso me inscrever no CadÚnico em 2024?

Para se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) em 2024, siga estes passos:

1. Verifique os Critérios de Elegibilidade

Primeiro, certifique-se de que sua família atende aos critérios de baixa renda definidos pelo governo. O CadÚnico é destinado a famílias que:

  • Possuem renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa.
  • Ou têm renda mensal total de até três salários mínimos.

2. Reúna a Documentação Necessária

Prepare os seguintes documentos para todos os membros da família:

  • Documento de Identidade (RG) ou Certidão de Nascimento para menores que não possuem RG.
  • CPF de todos os membros da família.
  • Comprovante de residência.
  • Comprovante de renda (se houver).
  • Título de Eleitor (opcional).
  • Carteira de Trabalho (se houver).

3. Procure o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)

Dirija-se ao CRAS mais próximo de sua residência. O CRAS é responsável pela inscrição e atualização dos dados no CadÚnico.

Você pode encontrar o endereço do CRAS mais próximo por meio do site do Ministério da Cidadania ou entrando em contato com a prefeitura de sua cidade.

4. Realize a Inscrição

No CRAS, um funcionário responsável irá realizar a sua inscrição no CadÚnico. Você fornecerá as informações solicitadas e apresentará os documentos de todos os membros da família.

5. Aguarde o Processamento

Após a inscrição, suas informações serão processadas, e sua família será oficialmente cadastrada no CadÚnico. Este processo pode levar algum tempo até que você receba uma confirmação.

Dicas Importantes:

  • Atualização de Dados: Mantenha seus dados atualizados no CadÚnico, especialmente se houver mudanças significativas na composição familiar, endereço ou renda. Isso garante o acesso contínuo aos programas sociais.
  • Não É Necessário Pagamento: O processo de inscrição no CadÚnico é gratuito. Não é necessário pagar nenhum valor para se inscrever ou atualizar suas informações.
  • Acesso a Programas Sociais: Estar inscrito no CadÚnico pode dar direito a uma série de programas sociais do governo, como o Bolsa Família (ou Auxílio Brasil), Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros.

Veja também: Inscritos no CadÚnico poderão contar com EMPREGO e salários acima de R$ 1,4 MIL? Entenda a iniciativa do Governo

CadÚnico e o repasse R$ 2.012,00

O valor de R$ 2.012,00 mencionado como possível repasse para famílias cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) em 2024 provavelmente refere-se à soma de diversos benefícios que uma família pode receber ao longo do ano.

Estes benefícios podem incluir programas como o Bolsa Família (ou Auxílio Brasil), Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros. Vejamos os requisitos e detalhes de como essa soma pode ser atingida:

Requisitos Gerais do CadÚnico

Para ser elegível a qualquer benefício via CadÚnico, as famílias precisam:

  • Possuir uma renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo; ou
  • Ter uma renda familiar mensal total de até três salários mínimos.

Além disso, é necessário estar com os dados atualizados no CadÚnico, o que envolve informar à gestão municipal qualquer mudança de endereço, renda, composição familiar, entre outros.

Veja também: Mães solteiras estão FORA do pente-fino do CadÚnico? Entenda!

Entendendo o Cálculo

Para alcançar o valor total de R$ 2.012,00, uma família precisaria combinar vários desses benefícios ao longo do ano.

Por exemplo, recebendo o valor base do Bolsa Família, adicionado a benefícios variáveis por membros específicos da família (crianças, gestantes, jovens) e, possivelmente, o BPC.

Veja também: Programa do governo libera R$ 200,00 em BONIFICAÇÃO