Cadastro Único

Vinicius Colares
Atualizado Hoje!

Cadastro Único – Conheças todos os detalhes e participe!

Saiba como funciona o Cadastro Único!

O Cadastro Único é um banco de dados que armazena os dados das famílias brasileiras em condição de baixa renda.

Se você tem interesse em conhecer mais sobre o CadÚnico, continue lendo este artigo, onde nós abordaremos a sua funcionalidade, como realizar o cadastro e a documentação necessária.

CadÚnico

Também conhecido como CadÚnico, o Cadastro Único é uma iniciativa do Governo Federal para armazenamento de informações de famílias em condições de pobreza extrema.

Cadastro ÚnicoFazem uso do CadÚnico os Estados e municípios brasileiros, para saber como agir diante destes indivíduos, a fim de implementar melhorias na vida destas famílias, por meio de programas sociais e outros auxílios.

Identificada as famílias carentes, elas podem se inscrever em programas sociais para receber benefícios do Governo Federal, como o Bolsa Família, por exemplo.

Para poder se inscrever no CadÚnico, as famílias devem ter uma renda mensal de até meio salário mínimo (por pessoa) ou o total de três salários mínimos.

Onde fazer a inscrição do CadÚnico?

Inscrição Cadastro ÚnicoPara fazer a sua inscrição no Cadastro Único e receber os benefícios, é preciso se dirigir ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ou a prefeitura de sua cidade. Mas, para que o cadastro aconteça, é necessário que ao menos um membro da família esteja disponível para responder as questões referentes ao cadastro.

Este membro deve residir na mesma casa e ter no mínimo 16 anos. Se o representante que responder as perguntas for o responsável da família, ele deverá ter consigo o CPF e o Título de Eleitor.

A inscrição do CadÚnico é inteiramente gratuita.

 

Existe outra alternativa para realização da inscrição do Cadastro Único, que é por meio de visitas às residências, onde o profissional responsável poderá verificar a condição real das famílias interessadas

Documentos necessários para o CadÚnico

Além do CPF e do Título de Eleitor que o membro responsável pela família deve levar no ato da inscrição, também é preciso ter em mãos ao menos um documento de todos os integrantes da casa, tais como:

  • – Certidão de Nascimento
  • – Certidão de Casamento (para aqueles que têm)
  • – CPF
  • – Carteira de identidade
  • – Certidão administrativa de nascimento do indígena
  • – Carteira de Trabalho
  • – Título de Eleitor.

Também devem ser apresentados:

  • – Comprovante de endereço (conta de água ou luz)

Após a finalização do cadastro da família, é de extrema importância a constante atualização dos dados, como por exemplo, em casos onde a família mude de endereço de residência ou haja a alteração do número do telefone de contato.

Se houver mudanças, um membro da família deverá se dirigir ao CRAS e efetuar a alteração dos dados (apresentando os novos comprovantes).

 Aprovação do CadÚnico

Embora qualquer família em condição de baixa renda possa realizar o cadastramento no CadÚnico, isso não significa que ela seja contemplada. A seleção de famílias ocorre todo mês e as famílias contempladas são notificadas pelo órgão responsável pelo programa.

Para quem não sabe, o CadÚnico é um requisito obrigatório para a participação da seleção de programas sociais como o Bolsa Família. Veja a seguir outros programas sociais do Governo Federal que fazem uso do CadÚnico para selecionar os beneficiários:

  • CadÚnico
    Foto: Rogério Machado

    – Bolsa Família

  • – Programa Minha Casa, Minha Vida
  • – Carteira do Idoso
  • – Aposentadoria para pessoa de baixa renda
  • – Programa Brasil Carinhoso
  • – Carta Social
  • – Passe Livre para pessoas com deficiência
  • – Isenção de Taxas em Concursos Públicos
  • – Programas sociais estaduais e municipais também costumam solicitar como requisito o CadÚnico.

Além de o procedimento ser simples, ele é inteiramente gratuito. Agora você já sabe quem pode se beneficiar com o CadÚnico e como realizar o seu cadastro.

 

Leia Também