Cadastro para Auxílio de até R$ 1,5 MIL começa nesta SEMANA: Valor é de R$ 300,00 com LIMITE de R$ 1500,00 – Veja quem PODE RECEBER

Alexandre Guglielmelli
Atualizado Hoje!

Cadastro para Auxílio: VALORES começam em R$ 300 e podem chegar a até R$ 1,5 MIL! Pagamentos começam em breve, veja quem PODE RECEBER!

Junto com os cidadãos brasileiros, as companhias e empreendedores também sofreram com os efeitos da pandemia de Covid-19. Muitas empresas de pequeno e médio porte foram afetadas pelas medidas de isolamento social, e por isso, governos investiram no pagamento de Auxílios.

Uma nova alternativa foi anunciada recentemente, e deve representar um verdadeiro alívio para empreendedores brasileiros. Veja abaixo tudo sobre o novo programa: como fazer o cadastro para auxílio, quem pode receber os pagamentos e os valores dos depósitos.

Cadastro para Auxílio de até R$ 1,5 MIL começa nesta SEMANA
Imagem: Divulgação

Cadastro para Auxílio – Inscrições abertas

Teve início na última terça-feira (20), o cadastramento de empreendedores interessados em receber o Auxílio Empresarial, criado para apoiar as empresas que fazem parte do sistema Simples Nacional e que enfrentam dificuldades em meio à pandemia de Covid-19.

“Este valor vai ajudar os empresários que estão sendo impactados pelas medidas necessárias para o enfrentamento da pandemia, ao mesmo tempo que busca preservar empregos”, explicou o responsável pela criação do programa.

Está ACABANDO o PRAZO para PEDIR o Auxílio Emergencial: Tente desta FORMA; Consulte a DATA FINAL…

Valor do Auxílio e Previsão de Pagamento

O valor do Auxílio Empresarial é de R$ 300 por funcionário registrado. O limite é de cinco colaboradores por cadastro, o que equivale a um valor máximo de R$ 1,5 mil. A estimativa é que 7.687 empreendedores e funcionários possam ser contemplados pela verba de R$ 6,7 milhões do benefício.

A previsão é que os documentos apresentados demorem de sete a dez dias úteis para serem analisados. Após a análise, o prazo para o depósito dos valores na conta bancária empresarial informada é de até cinco dias. A resposta da solicitação é enviada por e-mail.

O Auxílio Empresarial deve durar dois meses, com pagamentos em Abril e Maio. O programa ainda pode ganhar uma extensão, de acordo com a progressão da pandemia de Covid-19 e os efeitos econômicos nas empresas.

Cadastro para o Auxílio – Como fazer?

Quem deseja receber o Auxílio Empresarial deve preencher as informações da empresa e os dados bancários no formulário disponível no site https://www.mogidascruzes.sp.gov.br/pagina/secretaria-de-desenvolvimento/auxilio-empresarial-mogiano, além de anexar seis documentos de comprovação previstos em legislação. São eles:

  • Cartão CNPJ;
  • Extratos do Programa Gerador de Documento de Arrecadação do Simples Nacional (PGDAS);
  • Última Declaração de Informação Socioeconômica e Fiscal (Defis);
  • Guia de Recolhimento de FGTS e de Informações à Previdência (GFIP);
  • Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS);
  • Documento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Quem pode receber o Auxílio Empresarial?

O Auxílio Empresarial é um benefício municipal. Ou seja, apenas empreendedores que residem em Mogi das Cruzes poderão receber o pagamento. O texto legal ainda determina que a empresa deve estar ativa e inscrita no Cadastro de Contribuintes Mobiliários da Prefeitura de Mogi das Cruzes.

O empreendedor precisa também apresentar as movimentações econômicas dos últimos 12 meses e comprovar que cumpriu todas as obrigações previstas na legislação tributária.

A empresa não pode estar em situação suspensa ou ter sido cassada por inatividade por órgãos federais e estaduais. Além disso, o interessado não pode ser Microempreendedor Individual (MEI), já que o grupo pode receber o Auxílio Emergencial do Governo Federal.

Ainda tem dúvidas sobre o programa? Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail auxilioempresarial@mogidascruzes.sp.gov.br ou pelo telefone 4798-5171, que também funciona como Whatsapp.

Como receber o Seguro Desemprego pelo Caixa Tem: Pagamentos a partir desta Semana!

A volta do Pronampe

No último dia 19, o Ministério da Economia afirmou que vai permitir o retorno de dois dos principais programa de acesso ao crédito para empreendedores: o Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda (BEm) e o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe)

Segundo a pasta, 10 bilhões de reais serão destinados para o BEm e outros 5 bilhões irão para o Pronampe, uma linha de crédito com taxas diferenciadas e vantagens para a população.

O Governo Federal ainda não anunciou a data da retomada das ações do Pronampe, nem se as taxas do programa serão as mesmas praticadas em 2020.

PRONAMPE 2021: Como Solicitar, Bancos Conveniados e Taxas – NOVA RODADA de LINHA de CRÉDITO..

 

Leia Também