Busca Ativa do Bolsa Família: o que é e como isso pode me afetar?

As famílias que se enquadram nas regras têm direito a receber o Bolsa Família, desde que apresentem renda mensal abaixo dos R$218 por pessoa da família.

A luta contra a vulnerabilidade social no Brasil ganha um novo aliado: o programa de Busca Ativa do Bolsa Família, anunciado pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS). Essa iniciativa representa uma mudança significativa na forma como o governo busca ajudar milhões de famílias brasileiras que vivem em condições precárias, trazendo um novo alento e esperança para muitos. Vamos entender melhor o que é a Busca Ativa do Bolsa Família, como funciona, e quais impactos ela pode ter na vida das pessoas que mais precisam.

Busca Ativa do Bolsa Família: o que é e como isso pode me afetar?
O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social anunciou a Busca Ativa para identificar famílias vulneráveis que deveriam receber o Bolsa Família. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Como Funciona a Busca Ativa do Bolsa Família

A Busca Ativa é um processo implementado pelo governo com o objetivo de identificar famílias em situação de vulnerabilidade que ainda não são beneficiárias do Bolsa Família, apesar de terem direito ao programa. Com esta estratégia, o governo pretende alcançar aqueles que, por diversos motivos, ainda não estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e, consequentemente, não recebem o auxílio que lhes é devido. Uma vez identificados, esses grupos familiares são inscritos no CadÚnico e passam a fazer parte da folha de pagamentos do programa, recebendo o benefício mensalmente.

Veja também: Bolsa Família deve passar por mudanças IMPORTANTES em dezembro; confira

Para realizar a identificação dessas famílias, as prefeituras, que gerenciam o CadÚnico localmente, enviam assistentes sociais ou atendentes dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) às regiões mais vulneráveis dos municípios. Durante essas visitas, os agentes verificam se as famílias já estão recebendo o benefício e, caso negativo, realizam a inscrição no CadÚnico imediatamente. Esse processo é crucial, pois o CadÚnico é a porta de entrada para todos os programas sociais do governo.

Desafios e Recomendações

No entanto, na prática, muitas prefeituras enfrentam desafios logísticos e financeiros para realizar essas visitas, principalmente devido à falta de pessoal e recursos. O governo prometeu enviar recursos adicionais para as prefeituras contratarem mais funcionários, mas ainda assim, é um desafio atender a todas as famílias vulneráveis do país, especialmente em áreas isoladas. Portanto, é recomendado que as famílias que se enquadram nos critérios do programa e ainda não são beneficiárias, busquem um CRAS para se inscrever no Bolsa Família.

Critérios para Receber o Benefício

Para ter direito ao Bolsa Família, as famílias devem estar inscritas no CadÚnico e apresentar uma renda mensal abaixo de R$ 218 por pessoa da família. Além disso, é necessário manter os dados cadastrais atualizados, garantir que as gestantes façam o pré-natal e que os menores de idade estejam vacinados e frequentando a escola.

Pagamentos do Bolsa Família em Dezembro

Os pagamentos do Bolsa Família em dezembro começarão um pouco mais cedo, no dia 11, e devem terminar no dia 22, antes do Natal. Os valores pagos serão semelhantes aos dos meses anteriores, com mais de 21 milhões de famílias atendidas, sem inclusão de um décimo terceiro. Confira as datas de pagamento:

  • NIS final 1: 11 de dezembro;
  • NIS final 2: 12 de dezembro;
  • NIS final 3: 13 de dezembro;
  • NIS final 4: 14 de dezembro;
  • NIS final 5: 15 de dezembro;
  • NIS final 6: 18 de dezembro;
  • NIS final 7: 19 de dezembro;
  • NIS final 8: 20 de dezembro;
  • NIS final 9: 21 de dezembro;
  • NIS final 0: 22 de dezembro.

A Busca Ativa do Bolsa Família é uma estratégia fundamental para alcançar as famílias que mais precisam de suporte, mas que ainda não estão inscritas no programa. Ao garantir que essas famílias sejam incluídas no CadÚnico e, por extensão, no Bolsa Família, o governo dá um passo importante para combater a pobreza e a vulnerabilidade social no Brasil. É uma iniciativa que promove a inclusão social e oferece um suporte vital para muitos brasileiros em tempos difíceis.

Veja também: Bolsa Família: dezembro será acompanhado de diversos bloqueios e desbloqueios