Brasileiros que moram sozinhos podem receber o Auxílio-Gás; confira as regras do programa

Mesmo os brasileiros que moram sozinhos podem ter direito aos benefícios do governo, como é o caso do Bolsa Família e do Auxílio-Gás.

O Auxílio-gás, também conhecido como Vale-gás, é uma mão na roda para muitos brasileiros, especialmente aqueles que moram sozinhos e enfrentam o desafio de equilibrar as contas no fim do mês.

A partir de abril de 2024, uma nova rodada de pagamentos está programada, trazendo alívio financeiro para quem precisa comprar o gás de cozinha. Mas você sabe se está elegível para receber esse benefício? Vamos esclarecer isso agora!

O Auxílio-gás é um benefício que compete a todos os beneficiários do Bolsa Família, mesmo que morem sozinhos. Confira!
O Auxílio-gás é um benefício que compete a todos os beneficiários do Bolsa Família, mesmo que morem sozinhos. Confira! / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Elegibilidade para o Auxílio-gás

Para se qualificar ao Vale-gás, é necessário estar inscrito no CadÚnico, com informações atualizadas nos últimos 24 meses.

Importante: a renda per capita da sua família, mesmo morando sozinho, não deve ultrapassar meio salário mínimo, o que corresponde a aproximadamente R$ 706,00.

O programa também se estende a grupos vulneráveis, como beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e mulheres sob medidas protetivas devido a violência doméstica.

Veja outros: Pente-fino do Bolsa Família como saber se corro o RISCO de ser excluído em março

Como o Auxílio-gás funciona

O valor do Auxílio-gás é calculado com base no preço médio nacional de um botijão de 13 kg, revisado a cada seis meses. O benefício cobre 100% desse valor médio, que pode variar conforme as oscilações de mercado.

Para abril de 2024, espera-se que o auxílio gire em torno de R$ 100. Vale lembrar que o pagamento é bimestral, não mensal.

Como ocorre o cálculo do benefício?

O valor do Auxílio-gás é determinado com base no preço médio nacional do botijão de gás de cozinha de 13Kg, revisado semestralmente. Os beneficiários recebem uma parcela bimestral que corresponde a, no mínimo, 50% desse valor médio.

Atualmente, com o preço médio do botijão girando em torno de R$ 102,52, o valor aproximado do auxílio é de R$ 52 por parcela. Esse valor pode variar conforme as flutuações de mercado, visando aliviar o impacto financeiro sobre as famílias de baixa renda.

Calendário de pagamento para abril de 2024

Fique atento ao calendário de pagamentos do Auxílio-gás para não perder a data:

  • NIS final 1: depósito em 17 de abril
  • NIS final 2: depósito em 18 de abril
  • NIS final 3: depósito em 19 de abril
  • NIS final 4: depósito em 22 de abril
  • NIS final 5: depósito em 23 de abril
  • NIS final 6: depósito em 24 de abril
  • NIS final 7: depósito em 25 de abril
  • NIS final 8: depósito em 26 de abril
  • NIS final 9: depósito em 29 de abril
  • NIS final 0: depósito em 30 de abril

Veja mais: CadÚnico, saque de R$ 2 mil, inscritos BENEFICIADOS e mais; é FESTA no Brasil!

Passo a passo para garantir seu auxílio

Se você mora sozinho e cumpre os critérios, a próxima etapa é garantir que suas informações estejam atualizadas no CadÚnico e acompanhar o calendário de pagamentos.

Essa iniciativa do governo é um grande apoio para manter a dignidade e o conforto de muitos lares brasileiros, oferecendo um alívio significativo nas despesas com o essencial gás de cozinha.

Agora que você está por dentro de tudo sobre o Auxílio-gás 2024, não deixe de verificar sua elegibilidade e se preparar para o próximo ciclo de pagamentos.

Cuidar das finanças pessoais requer atenção e planejamento, mas com essas dicas, você está um passo à frente para garantir esse suporte tão importante.

Acompanhe mais: Comunicado IMPORTANTÍSSIMO para brasileiros do NIS 1 ao 9 que fazem parte do Bolsa Família