Brasileiros que cumprem ESTES requisitos, com CPF final 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0 acabam de receber PRESENTÃO

O cartão de crédito consignado oferece uma solução financeira vantajosa para brasileiros idosos, aposentados e pensionistas, com juros baixos e aprovação facilitada.

Os idosos brasileiros com CPF terminado em qualquer número e possuidores de cartão de crédito estão comemorando uma decisão excelente. 

E não é para menos. O cartão de crédito consignado surge como uma solução financeira especialmente vantajosa para esse grupo, oferecendo crédito extra com condições mais favoráveis.

A expectativa é que a novidade atinja, sobretudo, os aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Continue lendo esta matéria para não perder nenhum detalhe. 

Brasileiros que cumprem ESTES requisitos, com CPF final 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0 acabam de receber PRESENTÃO
Brasileiros podem receber presentão do Governo – Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Idosos brasileiros beneficiados com cartão de crédito consignado: uma solução financeira atrativa

Diferentemente dos cartões de crédito tradicionais, o consignado tem seu pagamento vinculado diretamente ao salário ou benefício do titular, com desconto automático da fatura. 

Isso significa que os juros são mais baixos, e a aprovação, facilitada. Destina-se principalmente a aposentados, pensionistas, servidores públicos e funcionários registrados.

Benefícios e limites: o que você precisa saber

O cartão de crédito consignado permite a contratação por indivíduos negativados, graças à não consulta ao SPC ou Serasa.

A modalidade também oferece taxas de juros reduzidas aos brasileiros,  devido à garantia de pagamento. 

Além disso, possibilita saques em dinheiro de até 70% do limite em certas instituições. 

No entanto, é essencial que os interessados avaliem a real necessidade desse crédito, considerando que o limite de desconto em folha é de 5% do salário ou benefício.

Como funciona a contratação e quais são os limites?

Para os interessados em obter um cartão de crédito consignado, é crucial entender que o limite é baseado na renda líquida mensal do solicitante. 

O INSS impõe limites para a contratação desse tipo de empréstimo, permitindo até nove contratos de empréstimo pessoal e apenas uma contratação de cartão de crédito consignado.

As taxas de juros competitivas e prazos de quitação que podem chegar a 84 meses, de acordo com o órgão. 

Veja também: INSS começa a pagar HOJE: descubra exatamente em qual dia você poderá sacar

Crédito consignado: vantagens e desvantagens

O crédito consignado é uma modalidade de empréstimo com desconto das parcelas diretamente na folha de pagamento ou benefício do INSS. 

Essa forma de pagamento oferece maior segurança para as instituições financeiras, o que se traduz em taxas de juros geralmente mais baixas do que outros tipos de crédito.

Confira as vantagens. 

  • Taxas de juros mais baixas: O risco de inadimplência é menor para as instituições financeiras, pois o pagamento é feito direto da fonte. Isso se traduz em taxas de juros mais atrativas para o consumidor.
  • Menos burocracia: A contratação do crédito consignado é geralmente mais simples e rápida do que outros tipos de empréstimo, pois não exige fiador ou comprovação de renda.
  • Parcelas fixas: As parcelas do crédito consignado são fixas durante todo o período do contrato, o que facilita o planejamento financeiro.
  • Maior segurança: O desconto das parcelas direto da folha de pagamento ou benefício garante que o pagamento será realizado, evitando inadimplência e negativação do nome.

Desvantagens

Os brasileiros que optarem pelo consignado, devem ficar atentos às desvantagens da modalidade.

  • Limite de crédito: O valor do crédito consignado é limitado por um percentual da renda do consignatário, o que pode dificultar o acesso a valores mais altos.
  • Juros altos: Apesar de serem geralmente mais baixos do que outros tipos de crédito, os juros do crédito consignado ainda podem ser considerados altos, especialmente em comparação com investimentos como o Tesouro Direto.
  • Desconto automático: O desconto das parcelas direto da folha de pagamento ou benefício pode comprometer a renda disponível do consignatário, especialmente em casos de imprevistos.
  • Risco de inadimplência: Mesmo com o desconto automático, o consignatário ainda é responsável pelo pagamento do crédito. Em caso de inadimplência, o saldo devedor pode ser cobrado judicialmente.

Veja também: RENDA inacreditável para quem coloca o CPF na nota fiscal; R$ 1 mil, R$ 5 mil e mais