Brasileiros têm acesso à nova rodada de pagamento do abono salarial PIS/PASEP; veja como receber

Nova rodada de pagamento do abono salarial PIS/PASEP será paga a 3,7 milhões de trabalhadores brasileiros em todo o país. Veja se você pode receber.

Abono salarial inicia nova rodada de pagamentos – Na última quarta-feira, 15 de março, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil iniciaram o pagamento do segundo lote do abono salarial PIS/Pasep, relativo ao ano-base 2021.

Brasileiros têm acesso à nova rodada de pagamento do abono salarial PIS/PASEP; veja como receber
Ao todo, 3,7 milhões de brasileiros poderão ser contemplados na nova rodada de pagamentos do Pis/Pasep. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

 

O pagamento do PIS será efetuado pela Caixa Econômica Federal para os trabalhadores do setor privado nascidos nos meses de março e abril. Já o Pasep terá seu pagamento disponibilizado pelo Banco do Brasil para os trabalhadores do setor público com o dígito final 1 no número de inscrição. Em ambos os casos, o valor estará disponível para saque até 28 de dezembro de 2023.

Nova rodada de pagamento do abono salarial

Nesta quarta-feira, quase R$ 3,7 bilhões serão liberados para pagamento. O abono do PIS será disponibilizado a 3,45 milhões de empregados do setor privado, e o lote do Pasep terá 254,3 mil servidores públicos federais, estaduais e municipais.

O valor do abono pode ser de até R$ 1.302, conforme os meses trabalhados formalmente no ano-base. Um mês trabalhado equivale a uma porção de 1/12 do salário mínimo vigente na data do pagamento, considerando que o período igual ou superior a 15 dias conta como um mês.

Para ter direito ao pagamento do PIS/Pasep, o trabalhador deve ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias no ano-base do pagamento, estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, ter remuneração de média de até dois salários mínimos por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base de 2021, e ter os dados informados corretamente pelo empregador na RAIS ou no e-Social.

É possível fazer a consulta para saber se tem direito ao benefício pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital (Android: https://bityli.com/RTJ3D ou iOS: https://bityli.com/UQefF) ou pelo Alô Trabalho no número 158.

A consulta ao pagamento do PIS também pode ser feita pelo App Caixa Tem, App Caixa Trabalhador. Já a consulta ao Pasep está liberada pelo aplicativo do BB ou por meio do Consulte/Receba seu PASEP.

  • Caixa Trabalhador (Android: https://bityli.com/fMDnOw ou iOS: https://bityli.com/whMxFm);
  • Caixa Tem (Android: https://bityli.com/SVbrUS ou iOS: https://bityli.com/FwISrT).
  • App BB (Android: https://bityli.com/BTqXlrb ou iOS: https://bityli.com/epbUzCn);
  • Site do Banco do Brasil (https://www.bb.com.br/site/).

No caso do PIS, a ordem de pagamento segue o mês de nascimento do trabalhador, enquanto no Pasep, a regra de pagamento é o último dígito do número de inscrição. Quem tem conta-corrente ou conta-poupança na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil receberá o crédito automaticamente. Para quem não tem, o saque deve ser feito em qualquer agência dos bancos.

Veja também: Novo grupo pode sacar abono do PIS/Pasep HOJE; veja quem recebe

Sobre o PIS/Pasep

O abono salarial PIS/Pasep é um benefício pago anualmente a trabalhadores de baixa renda que atendem aos critérios de elegibilidade estabelecidos pelo governo brasileiro. O objetivo do programa é ajudar esses trabalhadores a complementar sua renda e, consequentemente, a impulsionar o consumo e a economia do país.

Desde a sua criação, o PIS/Pasep já beneficiou milhões de trabalhadores brasileiros e se tornou uma importante política pública de distribuição de renda. Além disso, o programa também contribui para a redução da desigualdade social no Brasil.

Veja também: Grupo de trabalhadores estão DE FORA do abono salarial de 2023; veja se você está incluído