Programa do governo oferece R$ 5,8 MIL para universitários; veja como solicitar

Boa parte dos estudantes brasileiros interessados no ingresso em um curso superior de ensino podem contar com uma excelente oportunidade proposta pelo governo.

Como é de conhecimento geral, um dos principais objetivos e deveres do governo é fornecer ensino de qualidade para os cidadãos brasileiros, assim como o acesso aos meios de ensino, independente do caráter do governo ser de vigência federal, municipal e/ou estadual.

Levando isso em conta, apesar de já existirem milhões de universitários no país que contam com o suporte do Governo Federal, recentemente, um novo programa foi anunciado, onde o objetivo é garantir que mais estudantes possam tornar-se universitários.

O programa oferta bolsas de ensino parciais e/ou integrais, a depender da situação de cada um. O valor também pode variar a depender do curso escolhido. Assim, vale conferir como funciona o programa e, quem sabe, tornar-se mais um universitário.

Programa
Nova oportunidade para estudantes / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Saiba como funciona o programa do governo que garante oportunidade de bolsa para os universitários

Antes de mais nada, vale pontuar que um dos maiores empecilhos de grande parte dos estudantes brasileiros é justamente o alto valor que implica o custo necessário para arcar com as despesas de um curso superior, como os de graduação.

Esse fator faz com que muitos indivíduos parem de estudar após a conclusão do ensino médio. No entanto, atualmente, principalmente ao considerar-se o mercado de trabalho, ter um curso superior é indispensável para garantir melhores oportunidades.

Assim sendo, o novo programa do governo, o chamado ProBem, tem como objetivo justamente garantir uma ajuda em dinheiro para custear esses gastos. Ao todo, existem diversas bolsas parciais e integrais de ensino, onde o valor pode variar de acordo com o curso escolhido.

Para melhor entender, as bolsas podem chegar até R$ 5,8 mil, considerando os estudantes que vão cursar medicina e/ou odontologia, como por exemplo. O critério para a liberação das bolsas integrais e/ou parciais leva em conta a situação de cada um, visto que o programa tende a abranger os indivíduos em situação de vulnerabilidade social.

Veja também: Nova regra de proteção do Bolsa Família: saiba se seu pagamento vai ser CORTADO em 50%

Veja como inscrever-se e garantir o auxílio financeiro estudantil

Sem muitas delongas, como o ProBem tem como objetivo garantir um auxílio para os estudantes em situação de vulnerabilidade social/financeira, o primeiro requisito básico para a concessão das bolsas é possuir uma inscrição ativa e atualizada no sistema do CadÚnico (Cadastro Único).

Além disso, o programa também implica que os estudantes tenham algum vínculo com o Instituição de Ensino Superior (IES). É possível inscrever-se até o dia 7 de julho, porém, a inscrição não garante a concessão da bolsa. Isso porque a aprovação está sujeita à análise dos dados do estudante cadastrado.

Levando isso em conta, o ProBem informou aos estudantes que o resultado oficial dos aprovados será divulgado no primeiro dia do mês de agosto. Os aprovados também poderão receber o pagamento retroativo do mês de julho, segundo as informações propostas.

Ademais, a inscrição pode ser feita diretamente pelo site oficial do ProBem (ovg.org.br). As oportunidades são para os estudantes residentes em Goiás, considerando a vigência local do ProBem.

Veja também: Governo Federal anuncia mais de 13 MIL vagas em CONCURSOS; confira as oportunidades