Bolsa Família sofre prejuízo de R$ 34,2 bi; beneficiários serão afetados?

Foi divulgado recentemente que o Bolsa Família sofreu um grande prejuízo financeiro devido as fraudes que ocorreram no começo deste ano. Portanto, entenda o caso e veja quem poderá ser afetado pelos valores perdidos.

O governo federal brasileiro dispõe de diversos benefícios sociais que são destinados à população de baixa renda por intermédio de programas de transferência de renda e assistência social, como é o caso do Bolsa Família, por exemplo. O benefício em questão foi criado por meio da Medida Provisória 132, em 2003, e que já em 2004 se tornou lei. Já o responsável por instituir o programa foi Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que naquele momento estava cumprindo o seu primeiro mandato na presidência da República.

O Bolsa Família foi criado com o intuito de acabar com o ciclo geracional de pobreza e extrema pobreza que ultrapassa diversas gerações de famílias brasileiras. Para que esse objetivo seja concretizado,  a Caixa Econômica Federal realiza transferências condicionadas de saúde, renda e educação. Além disso, para ter acesso ao programa de transferência de renda, é de extrema importância que as famílias estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Nos últimos dias, foi divulgado que o Bolsa Família sofreu um grande prejuízo devido a fraudes no valor de R$ 34,2 bilhões. Portanto, confira a seguir quais são as consequências desse fator e veja se os beneficiários poderão ser afetados!

Prejuízo no Bolsa Família não afeta beneficiários do programa. Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Beneficiários serão afetados com o prejuízo sofrido pelo Bolsa Família?

O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou recentemente um grande prejuízo nos cofres da União no valor de R$ 34,2 bilhões com os pagamentos referentes ao Bolsa Família concedido para os beneficiários irregulares. De acordo com os dados divulgados através da auditoria operacional feita pelos técnicos da Corte, foram encontradas 4,7 milhões de famílias recebendo de forma indevida.

O relatório foi aprovado pelos ministros na última quarta-feira, 22 de novembro, junto com as medidas que o governo deverá observar para que o problema seja resolvido. Dentre elas, deverá haver o aprimoramento dos controles de coleta de dados por autodeclaração e a criação de um sistema de avaliação periódica dos dados, além de ampliação de monitoramento e orientação aos municípios. Os beneficiários do Bolsa Família, por sua vez, continuam recebendo normalmente.

Confira também: Abono natalino para beneficiários do Bolsa Família? Confira a novidade!

Calendário do Bolsa Família de novembro

As parcelas do Bolsa Família tendem a ser pagas nos últimos dez dias do mês pela Caixa Econômica Federal e em novembro não está sendo diferente. Além disso, o calendário de pagamentos é organizado de acordo com o número final do NIS (Número de Inscrição Social) das famílias beneficiárias.

Neste mês de novembro, os pagamentos referentes ao programa de transferência de renda estão sendo depositados nas seguintes datas:

  • Final do NIS 1: 17 de novembro;
  • Final do NIS 2: 20 de novembro;
  • Final do NIS 3: 21 de novembro;
  • Final do NIS 4: 22 de novembro;
  • Final do NIS 5: 23 de novembro;
  • Final do NIS 6: 24 de novembro;
  • Final do NIS 7: 27 de novembro;
  • Final do NIS 8: 28 de novembro;
  • Final do NIS 9: 29 de novembro;
  • Final do NIS 0: 30 de novembro.

Saiba mais: Bolsa Família: empréstimos negados? Entenda a situação do programa!