Bolsa Família será MAIOR para mães chefe de família? Confira os possíveis valores!

Saiba se há a possibilidade de uma mãe solteira receber um valor acima da parcela mensal de R$ 600 referente ao Bolsa Família e confira as datas de pagamento do benefício.

No dia 28 de dezembro, o Ministério da Cidadania divulgou o calendário completo do pagamento do Bolsa Família, que voltará no lugar do Auxílio Brasil em 2023. Entretanto, muitos beneficiários estão com dúvidas se o Bolsa Família será maior para mães que são chefes de família.

Aqui, vamos mostrar as datas que o benefício será pago às famílias participantes do programa e também se há a possibilidade deste grupo específico receber um valor maior. O que já foi informado é que as parcelas serão de R$ 600, conforme aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da Transição no Congresso Nacional.

Bolsa Família será MAIOR para mães chefe de família? Confira os possíveis valores!
Confira se as mães terão benefício maio no Bolsa Família Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Bolsa Família será maior para mães solteiras em 2023?

A resposta é não, pelo menos por enquanto. O futuro governo federal não informou nenhum valor a mais para esta categoria por meio do Bolsa Família. Portanto, as mães chefes de família deverão receber os mesmos R$ 600 das demais famílias brasileiras que são beneficiárias do Bolsa Família. O número de participantes no programa ultrapassa os 21 milhões.

Entretanto, a PEC da Transição aprovou um valor extra para os beneficiários do Bolsa Família. O valor adicional é de R$ 150 para cada criança de até seis anos de idade que compõe o núcleo familiar. Não é um valor direto para as mães solteiras, mas pode beneficiá-las na criação e no gasto com as crianças.

Todavia, esse valor extra não será liberado a todas as famílias com crianças de até seis anos. Em troca, o governo federal vai fazer algumas exigências. Entre elas, será cobrada a matrícula e frequência destas crianças na creche ou na escola, e também a atualização do cartão vacinal.

Contudo, também é importante destacar que há uma possibilidade de que haja um benefício específico para estas mães. É que existe um projeto de lei (PL) cujo objetivo é realizar um pagamento mensal de R$ 1,2 mil para mães solteiras. Há regras que devem ser cumpridas para que o valor seja pago. Porém, o primeiro passo é de que esse projeto de lei seja aprovado nas casas que compõem o Congresso Nacional.

Veja também: Novo governo quer fazer um pente-fino no Bolsa Família

Calendário de pagamento e quem tem direito ao benefício

Assim como foi feito com o Auxílio Brasil, o pagamento do Bolsa Família será realizado de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS). As regras são as mesmas: recebem o benefício as famílias que estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal e vivam em situação de pobreza e extrema pobreza.

Os pagamentos de janeiro, por exemplo, serão realizados nos dias 18, 19, 20, 23, 24, 25, 26, 27, 30 e 31. As datas correspodem à sequência de um a zero. Dessa forma, as pessoas cujo dígito final do NIS seja um irá receber o pagamento no dia 18 de janeiro e assim sucessivamente.

A mesma lógica serve para os meses subsequentes. O beneficiário pode consultar o valor disponível por meio do app do Caixa Tem disponível para download nos sistemas Android ou iOS. Os pagamentos serão feitos diretamente na conta digital.

Saiba mais: Bolsa Família RETORNA em poucos dias; saiba como vai ser