Bolsa Família RETORNA em poucos dias; saiba como vai ser

Guia completo para o Bolsa Família de 2023 – O que muda e o que permanece igual no novo Governo? Conheça as novidades e saiba tudo sobre os pagamentos.

Bolsa Família retorna no início de 2023, e por isso, os brasileiros querem saber: o que muda o que continua igual nesse importante benefício social? O novo Governo, liderado pelo presidente eleito Luís Inácio Lula da Silva, já anunciou várias mudanças para o programa, entre pagamentos adicionais e novos critérios para a continuação dos saques. Por isso, os beneficiários devem ficar de olho nas novas regras.

O Bolsa Família, vale lembrar, foi extinto em 2021 para dar lugar ao Auxílio Brasil. No entanto, de acordo com a equipe de transição do Governo Lula, o programa social voltará a ser chamado de Bolsa Família em 2023. Para consultar as mudanças, os beneficiários devem acessar sites de reputação comprovada e canais oficiais de atendimento do Governo, além de desconfiar das informações que são divulgadas nas redes sociais. Com isso em mente, confira abaixo o guia completo para o Bolsa Família de 2023.

Bolsa Família retorna, o que muda? Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br
Bolsa Família retorna, o que muda? Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Auxílio Brasil vira Bolsa Família em 2023

Uma das principais mudanças no programa social em 2023 é a retomada da marca Bolsa Família. Como citamos anteriormente, a versão original do programa terminou em 2021.

O Bolsa Família, dessa forma, chegou ao fim para garantir os pagamentos do Auxílio Brasil, que foi criado para substituir o programa original e o Auxílio Emergencial, pago durante o período mais complexo da pandemia de Covid-19.

O Auxílio Brasil do Governo Bolsonaro tem valor mínimo de R$ 400. Nos últimos meses do ano, por meio da aprovação de uma PEC eleitoral, a administração federal garantiu um reajuste de R$ 200.

Logo, durante o final do ano, o Auxílio Brasil teve valor mínimo de R$ 600. Porém, é importante lembrar que a administração Bolsonaro não expandiu esse reajuste para 2023. No orçamento deixado pela equipe econômica no Congresso, o programa social teria o valor mínimo de R$ 405.

Com isso, o povo quer saber: qual será o valor real do Bolsa Família em 2023?

Veja também:  Bolsa Família 2023: cartão do Auxílio Brasil também VALERÁ para o programa? Entenda!

Bolsa Família retorna em breve – 2023 terá Bolsa Família de R$ 600

Em uma vitória para o povo brasileiro, a equipe de transição do Governo Lula já conseguiu garantir o Bolsa Família de R$ 600 para 2023.

Nas últimas semanas, a PEC da Transição, que garante o pagamento de R$ 600 no Bolsa Família, foi aprovada com folga tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado Federal.

A matéria que discorre sobre os valores a serem utilizados no programa social também foi apreciada pelo STF. Logo, não existem mais dúvidas: o valor mínimo do Bolsa Família será de R$ 600 em 2023.

Com a aprovação da PEC, o custeio do programa social é desvinculado ao teto de gastos da União, o que libera mais de R$ 145 bilhões de reais para os pagamentos mensais.

Além disso, a PEC também lidera R$ 23 bilhões para investimentos a serem realizados fora do tato, particularmente com a arrecadação das receitas extraordinárias.

Quem poderá receber o Bolsa Família em 2023?

Em relação às regras para o recebimento do Bolsa Família, pouca coisa deve mudar. Para receber os pagamentos mensais de R$ 600, o principal requisito continua sendo a inscrição ativa (e atualizada) no CadÚnico.

Dessa forma, para receber os pagamentos mensais no próximo ano, os beneficiários do Bolsa Família devem manter o Cadastro Único sempre atualizado. É necessário comunicar às unidades dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) todas as mudanças na família (como nascimentos, mortes, mudanças de residência, casamentos, novos empregos e mais).

Para garantir os pagamentos, os inscritos do CadÚnico também precisam cumprir alguns critérios de renda. Confira abaixo:

  • Ter renda mensal igual ou inferior a R$ 105 por pessoa;
  • No caso das famílias compostas por menores de 21 anos, gestantes e nutrizes, a renda mensal per capita pode ser de até R$ 210.

Bolsa família retorna em breve – O que muda o Bolsa Família 2023?

De acordo com Tereza Campello, integrante da equipe de transição do Governo Lula, as regras mais importantes do Bolsa Família serão mantidas no próximo ano. Logo, os beneficiários não precisam se preocupar: se já cumprem os requisitos, poderão receber os pagamentos sem problema.

“Não vamos fazer alterações bruscas. O presidente vai assumir, chamar prefeitos, chamar a rede de assistência social, conversar com a sociedade para retomar esse processo de reconstrução do Bolsa Família, seja do ponto de vista da equidade, olhando a composição da família”, afirmou a especialista.

Uma das poucas alterações nas regras do Bolsa Família deve envolver a vacinação das crianças e os cuidados com as gestantes.

Segundo o senador Humberto Costa, a equipe de transição do Governo Lula estuda retomar a obrigatoriedade da vacinação e do acompanhamento pré-natal de grávidas para a manutenção dos pagamentos.

Essa obrigatoriedade, no entanto, ainda não foi confirmada pelo novo Governo. As mudanças oficiais devem ser anunciadas nos próximos meses.

Outra mudança importante no Bolsa Família, está já confirmada pela equipe de transição, é a inclusão de um pagamento extra de R$ 150 por cada criança menor de 6 anos.

É necessário fazer um novo cadastro para receber o Bolsa Família que retorna em breve?

Os brasileiros que já recebem o Auxílio Brasil não precisam fazer um novo cadastro para garantir acesso aos pagamentos de R$ 600 do Bolsa Família, que retorna em breve.

A migração, ao que tudo indica, acontecerá de maneira automática. Em termos mais simples, todas as pessoas que têm direito a receber o Auxílio Brasil também poderão sacar o Bolsa Família em 2023.

Logo, se você receber um e-mail ou mensagem informando sobre a necessidade de recadastro do Bolsa Família, fuja que é golpe! Muitos criminosos utilizam esse tipo de expressão para atrair a atenção das vítimas e roubar informações pessoais.

Veja também: Bolsa Família mais rígido? Confira as novas exigências para receber as parcelas do programa social

Bolsa Família de 2023 já tem calendário?

O calendário de janeiro do Bolsa Família já foi disponibilizado pela Caixa Econômica Federal! Os pagamentos são divididos de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários. Veja abaixo as datas de pagamento:

  • NIS de final 1 – Pagamento em 18 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 2 – Pagamento em 19 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 3 – Pagamento em 20 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 4 – Pagamento em 23 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 5 – Pagamento em 24 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 6 – Pagamento em 25 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 7 – Pagamento em 26 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 8 – Pagamento em 27 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 9 – Pagamento em 30 de janeiro de 2023;
  • NIS de final 0 – Pagamento em 31 de janeiro de 2023.