Bolsa Família 2023: saiba quem vai receber o adicional chamado ‘Benefício Variável Familiar’

Entenda como vai funcionar esse e outros adicionais confirmados para os pagamentos do novo Bolsa Família e saiba quanto você poderá receber este mês!

Hoje em dia existem milhões de brasileiros e brasileiras que ainda estão sofrendo com impactos da pandemia e estão sem espaço no mercado de trabalho. Muitos deles estavam ansiosos para a reformulação do Bolsa Família em 2023

A boa notícia é que o programa foi reformulado e a Medida Provisória (MP) que regula as mudanças já foi publicada. Confira todos os detalhes sobre quais serão os adicionais que foram confirmados também nesta semana e que vão ajudar milhões de famílias em todo o país. 

Adicional Bolsa
Confira quem pode receber esse novo adicional do Bolsa Família em 2023 (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Novo Bolsa Família com adicionais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva estava acompanhado de diferentes lideranças políticas ligadas aos programas sociais do Governo na cerimônia que apresentou o novo Bolsa Família. A apresentação da reformulação aconteceu na última quinta-feira (2). 

Com discursos emocionantes e um tom de “retomada” do programa, a reformulação marca o fim do Auxílio Brasil. A versão que estava funcionando havia sido criada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro. 

Agora, com a volta ao nome original, também foram confirmados os adicionais do Bolsa Família para 2023

A intenção do Ministério do Desenvolvimento Social e do Governo Federal é dar pagamentos equivalentes para as famílias. O que isso quer dizer? Que famílias maiores e em maior situação de vulnerabilidade devem receber mais do que famílias menores e com renda maior.

Veja também: ADICIONAIS do Bolsa Família em março: saiba quem poderá receber o valor extra 

Quem vai receber o Benefício Variável do Bolsa Família?

Entre os destaques foi lançado oficialmente o benefício Variável Familiar, que será pago dentro do Bolsa Família como estratégia de equiparação. 

De acordo com o próprio ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, esse benefício vai oferecer R$ 50 para cada integrante da família entre 7 e 18 anos

Ou seja, a ideia é garantir um valor a mais para todas as famílias que possuem crianças ou adolescentes. Além disso, quem vai receber o Variável Familiar também são as gestantes da família cadastrada no programa. 

Veja também: Bolsa Família com pagamentos de R$ 142 por pessoa? Entenda!

Primeira Infância do Bolsa Família

Por fim, também foi confirmado oficialmente um adicional que estava sendo muito aguardado. 

O Primeira Infância do Bolsa Família vai pagar R$ 150 para cada criança de até 6 anos. Esse benefício foi uma promessa de campanha do próprio presidente Lula e agora foi cumprida depois de assinada a MP. 

É importante ressaltar que essa ação de transferência de renda pensa no combate à fome, mas também na promoção de saúde e educação. 

Por isso, também foram confirmadas as condicionalidades do novo Bolsa Família. Ou seja, as famílias que querem receber e continuar recebendo o adicional do programa devem cumprir os seguintes requisitos:

  • Obrigatória a matrícula e frequência escolar para crianças e adolescentes de famílias beneficiárias; 
  • Atualização obrigatória do caderno de vacinação com todos os imunizantes que estão no Programa Nacional de Imunizações; 
  • Acompanhamento pré-Natal em caso de gestantes. 

Em algumas regiões deve continuar sendo cobrado, também, o acompanhamento de saúde geral da família – ou pelo menos das crianças. 

Veja também: Parcela TURBINADA no Bolsa Família? Confira os requisitos para receber R$ 950,00