Lula AUTORIZOU o Bolsa Família para quem TRABALHA de carteira assinada? Saiba tudo sobre o benefício

Com a chegada de Luiz Inácio Lula da Silva na presidência e inúmeras alterações acontecendo no Governo, muitas pessoas andam em dúvida a respeito dos critérios do Bolsa Família. Entenda!

Um dos maiores programas sociais do governo federal brasileiro é o Bolsa Família. Ele existe desde 2003 como um programa de transferência de renda. Dessa maneira, quem se beneficia por meio dele recebe mensalmente um auxílio financeiro que sai dos cofres da União diretamente para o beneficiário.

O programa foi idealizado como uma forma de ajudar as famílias brasileiras que se encontram na linha da pobreza, e já foi responsável por retirar milhões de brasileiros da pobreza extrema.

Como muitos já devem saber, o Bolsa Família surgiu durante o primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na presidência do Brasil. Com o retorno de Lula ao cargo agora em 2023, o programa retorna com força total e algumas alterações. Entenda melhor as mudanças recentes!

Trabalha por CLT? Veja se ainda pode receber o benefício. / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Aprenda mais sobre o Bolsa Família

Primeiramente, deve-se compreender profundamente os pormenores do funcionamento do Bolso Família. Como já estabelecemos anteriormente, este programa teve sua idealização há 20 anos atrás e, claro, com o tempo passou por muitas transformações. Apesar disto, o principal foco do Bolsa Família sempre permaneceu o mesmo: ajudar as unidades familiares brasileiras em vulnerabilidade.

A iniciativa, por realizar transferência de renda, fornece essa ajuda por meio de pagamentos mensais para as famílias beneficiárias. Por meio desses pagamentos, famílias que estiveram em vulnerabilidade tanto econômica como social podem usar as quantias para complementar a sua renda e, assim, garantir uma qualidade de vida que possua dignidade.

Em sua totalidade, o governo federal brasileiro estima que cerca de 3 milhões de cidadãos brasileiros deixaram a faixa da extrema pobreza por meio do Bolsa Família. Esse número, bastante expressivo, comprova a importância monumental que a transferência de renda pode ter para quem mais necessita.

Veja também: SURPREENDENTE! Este é o NOVO VALOR do Bolsa Família; Lula confirmou o novo aumento?

Posso receber o benefício em 2023 se estiver trabalhando?

O Bolsa Família está fazendo o seu retorno em 2023 juntamente com o atual presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. Isso porque no ano de 2021 o programa de transferência de renda do governo federal sofreu uma substituição. Sob o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro, o programa passou a se chamar Auxílio Brasil, em uma tentativa de afastá-lo dos antigos governos.

Algumas das mudanças que ocorreram durante esse período incluíam alterações nos valores do benefício, que passou a ser de R$600,00. Quando o presidente Lula foi eleito oficialmente no ano passado, muitos beneficiários ficaram em dúvida se o valor continuaria o mesmo ou não.

Mas, para o alívio de todos, as quantias pagas nas parcelas do Bolsa Família permanecerão no valor mínimo de R$600,00 e ainda terão adicionais pagos de acordo com a composição familiar. Outra dúvida bastante recorrente de possíveis beneficiários do programa é se alguém que recebe o Bolsa Família pode continuar recebendo se conseguir um emprego.

Não há nenhuma regra no programa que exija que os beneficiários sejam e se mantenham desempregados. Pelo contrário, o programa é um auxílio que estimula que as famílias possam se erguer financeiramente.

O cálculo para decidir quem pode se beneficiar por meio do programa é feito a partir da renda mensal da unidade familiar. Contanto que o rendimento mensal da família seja de R$218,00 por pessoa, não há o menor problema em um beneficiário conseguir um emprego CLT.

Veja também: 8,9 MILHÕES de famílias vão garantir benefício adicional do Bolsa Família; veja quem recebe