Bolsa Família poderá ter um novo ADICIONAL para as famílias; entenda!

O Bolsa Família ainda não foi implementado, mas diversas famílias já estão na expectativa pelo novo adicional que pode sair em breve. Confira!

Recentemente o Brasil ficou impactado com a notícia de que os povos indígenas Yanomamis estavam passando por uma série de negligências, causando, com isso, a morte e desnutrição da população. Inclusive, o presidente Lula (PT) chegou a se reunir com as lideranças indígenas e, agora, propôs um adicional de compensação a esse grupo através do Bolsa Família.

Quer entender mais sobre os valores extras e como está a tramitação da proposta? Então continue acompanhando a matéria abaixo para não perder nenhuma informação de extrema importância sobre o tema!

É beneficiário do Bolsa Família? Saiba sobre o novo adicional proposto!
É beneficiário do Bolsa Família? Saiba sobre o novo adicional proposto! Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Projeto prevê novo adicional do Bolsa Família para indígenas

O presidente Lula chegou a publicar, no início do ano, uma Medida provisória (MP) prevendo que todas as famílias que já têm acesso ao Bolsa Família continuem a receber os valores de R$ 600. Ainda, segundo a proposta, famílias indígenas devem ter direito a valores adicionais.

Segundo o novo projeto, o valor adicional do benefício deve chegar ao piso nacional como uma forma de compensar os povos originários por negligência e irresponsabilidade do Estado, situação que se agravou nos últimos anos, prejudicando diversas etnias.

Um dos argumentos apontados para os resultados vistos recentemente nas comunidades indígenas foi o sucateamento da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI). Neste momento, a proposta seguirá para análise das seguintes comissões antes de receber aprovação:

  • Direitos Humanos e Minorias;
  • Seguridade Social e Família;
  • Finanças e Tributação;
  • Constituição e Justiça;
  • Cidadania.

Veja também: Lula anuncia REDUÇÃO no valor do Bolsa Família? Saiba quando e quanto receber o benefício

Quando o Bolsa Família começa a ser pago?

Neste momento, o benefício que segue sendo distribuído aos beneficiários é o Auxílio Brasil, visto que, antes da implementação oficial do Bolsa Família é necessário realizar um pente-fino para definir quais beneficiários continuarão a receber os valores de R$ 600.

Após a conclusão das revisões, que deve ser finalizada em fevereiro, o benefício deverá ser implementado a partir de março, contando não só com os valores atuais, mas também com um adicional de R$ 150 para cada filho com idade até seis anos nas famílias. Ou seja, os núcleos que possuírem duas crianças nessa faixa etária poderão receber um adicional de R$ 300, totalizando uma parcela mensal de R$ 900.

Veja também: Bolsa Família tem PRAZO para sacar o valor? Posso perder o benefício se eu não sacar?

Calendário do benefício de janeiro

Os repasses do Auxílio Brasil já estão acontecendo este mês, tiveram início no dia 18 e terminam no último dia de janeiro. A ordem é a mesma de sempre, conforme o número final do Número de Identificação Social (NIS). Confira:

  • 18/01: pagamento para cidadãos com NIS final 1;
  • 19/01: pagamento para cidadãos com NIS final 2;
  • 20/01: pagamento para cidadãos com NIS final 3;
  • 23/01: pagamento para cidadãos com NIS final 4 (adiantamento para o dia 21/01);
  • 24/01: pagamento para cidadãos com NIS final 5;
  • 25/01: pagamento para cidadãos com NIS final 6;
  • 26/01: pagamento para cidadãos com NIS final 7;
  • 27/01: pagamento para cidadãos com NIS final 8;
  • 30/01: pagamento para cidadãos com NIS final 9 (adiantamento para o dia 28/01);
  • 31/01: pagamento para cidadãos com NIS final 0.

Para consultar as parcelas, basta acessar os mesmos canais de sempre:

  • Auxílio Brasil (Android: https://bityli.com/QWgjUA ou iOS: https://bityli.com/DiMLHl);
  • Caixa Tem (Android: https://bityli.com/SVbrUS ou iOS: https://bityli.com/FwISrT);
  • CadÚnico (Android: https://bityli.com/UoGfXHK ou iOS: https://bityli.com/WBhpPvo).

Veja também: Principais motivos que podem bloquear o seu cadastro no Bolsa Família: CUIDADO!