Bolsa Família até o mês de julho é confirmado; e depois? Novidade!

Atualizado Hoje!

Bolsa Família: Benefício está confirmado até o mês de julho? Veja o que pode acontecer depois e a relação do programa com o Auxílio Emergencial.

Desde o início de 2021, o Governo Federal vem sendo pressionado pelo Congresso Nacional para dar uma resposta definitiva sobre a manutenção do Bolsa Família e Auxílio Emergencial, os dois benefícios sociais mais importantes durante o período da pandemia de Covid-19.

Originalmente, a equipe econômica do Governo previa uma reforma importante no benefício. Agora, com a progressão da pandemia, considera-se a possibilidade de adiar essa reforma, permitindo assim a prorrogação do Auxílio Emergencial até o final do ano. Confira abaixo tudo que você precisa saber sobre as mudanças.

Bolsa Família até o mês de julho é confirmado
Imagem: Divulgação

Extensão do Auxílio Emergencial e Bolsa Família

A intenção do Governo Federal de prorrogar o Auxílio Emergencial surgiu como uma alternativa à reforma no Bolsa Família. Como uma terceira onda da pandemia tem tudo para atingir fortemente o Brasil, a extensão do benefício tem tudo para representar uma garantia importante para a população mais vulnerável.

Dessa forma, o Ministério da Cidadania indicou que o adiamento da reformulação do programa social deve realmente acontecer. A cúpula do Governo tem o objetivo de evitar um espaço vazio entre o fim do Auxílio Emergencial e a criação de um Novo Bolsa Família, o que deixaria a população vulnerável em desamparo.

Crédito Bolsa Família com limite acima de R$ 10 mil: Valor pode ser solicitado em junho para os inscritos no programa

Bolsa Família até julho – Confirmado

Com o objetivo de acabar com as dúvidas sobre a prorrogação do Auxílio Emergencial e a reforma do benefício, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, declarou que o programa Bolsa Família deve apresentar pagamentos até julho de 2021, logo após o fim do pagamento do Auxílio Emergencial.

Segundo o deputado, o fim do Auxílio Emergencial deve afetar profundamente a população brasileira, e que o encerramento dos pagamentos das parcelas faz necessária a reformulação do programa federal de assistência, destinado às famílias mais vulneráveis.

“A expectativa é de um programa mais inclusivo que o atual, com um valor nominal maior, com regras que facilitem a entrada e a saída do beneficiário do programa. Se a pessoa conseguir um emprego formal, ótimo, mas se ela não tiver sucesso, pode voltar rapidamente ao programa. A ideia é que haja condições para o cidadão ousar”, afirmou Lira.

Mudanças no benefício

De acordo com uma reportagem do jornal Folha de São Paulo, o ministro Paulo Guedes pretende, com a reforma do Bolsa Família, gerar um aumento nos valores que são repassados aos beneficiários do programa, que deve passar de R$ 190 para R$ 250.

Além disso, o Governo planeja aumentar o número de beneficiários do programa, chegando a 18 milhões de unidades. Hoje em dia, cerca de 14,6 milhões de famílias são auxiliadas pelo programa social de transferência de renda, criado originalmente em 2003.

Bolsa Família bloqueado 2021

Diversos inscritos no programa social se queixam por terem o benefício bloqueado no aplicativo. O bloqueio pode ocorrer por diversas razões, como a atualização de dados no Cadastro Único do Governo Federal, mudança de telefone, entre outras.

Teve o Bolsa Família bloqueado no aplicativo 2021? Veja o que fazer!

 

Leia Também