Mais de 4 MILHÕES de benefícios do INSS já foram cancelados; saiba mais!

Como evitar a suspensão dos seus vencimentos?

Inegavelmente, o Instituto Nacional do Serviço Social tem uma importância fundamental na vida dos brasileiros. É com ele que são calculados os vencimentos da Previdência Social que pagam aposentadorias, pensões e determinados auxílios. No entanto, neste atual governo, mais de 4 milhões de benefícios dos INSS já foram cancelados. Por que isso ocorre? O que fazer para evitar uma suposta suspensão de pagamentos? Em nosso artigo abaixo, vamos tentar explicar.

benefícios inss cancelados
Benefícios do INSS cancelados – Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

INSS tem 4,4 milhões de benefícios cancelados

Recentemente, foi divulgado que o INSS teria 4,4 milhões de benefícios cancelados durante o governo do presidente Jair Bolsonaro. Já é considerada a maior taxa de suspensão dos últimos 10 anos. No entanto, o órgão é considerado uma autarquia. Ou seja, toma sua próprias decisões e a União não tem ingerência sobre seus atos administrativos. Porém, é inegável que apesar dessa “independência”, o instituto está vinculado ao Ministério do Trabalho e Previdência e tanto o presidente do INSS como o secretário do fundo previdenciário podem ser trocados pelo chefe do Poder Executivo.

Veja também: Como faço para receber auxílio-doença do INSS ainda em 2022?

O que acontece?

Muitos fatores podem estar ligados a um número tão grande de pedidos do INSS indeferidos. Somente nos últimos três anos, existiram greves, economia nas contas públicas e diversas agências fechadas. Além disso, a pandemia de Covid-19 interferiu bastante na dinâmica dos procedimentos e no atendimento ao público nos postos do órgão. A consequência disso foram um acúmulo de benefícios sem análise, situação ainda mais agravada com a greve dos servidores públicos. Contudo, acredita-se que a quantidade de benefícios negados tem a ver com alívio do estoque de demandas que cresceu bastante principalmente durante a crise econômica.

Como evitar a suspensão dos benefícios

No entanto, apesar de todos esses dados, é possível evitar que o benefícios do INSS sejam cancelados. Para isso, é importante ficar atento a alguns detalhes. Listamos abaixo alguns deles:

  • Não comparecimento em perícia médica agendada

Um dos principais motivos para a suspensão de um benefício do INSS, como a aposentadoria por invalidez e o auxílio-doença, é a falta de comparecimento ao atendimento médico pericial. Este é um procedimento obrigatório tanto para a concessão como para a manutenção dos pagamentos. Assim sendo, o segurado deve sempre respeitar o período estipulado pelo órgão e marcar a perícia para prorrogação dos valores, caso não tenha recuperado a capacidade de retorno ao trabalho.

  • Indício de fraude

Nos casos de indícios de fraude, o próprio INSS envia um comunicado ao segurado pedindo para ele comparecer à uma Agência da Previdência Social (APS) e apresentar os documentos comprobatórios do benefício. Se ainda sim tiver seu pagamento suspenso, cabe recurso judicial.

  • Não sacar o benefício por 60 dias

Outro motivo para cancelamento de benefícios é a ausência de saques dos pagamentos mensais. Isso pode sinalizar para o INSS que o beneficiário está morto pois não há movimentação do dinheiro na conta. Aqui, a dica é transferir o dinheiro para uma outra conta afim de evitar o corte.

  • Informações desatualizadas no Cadastro Único (CadÚnico) 

Por fim, dados não-atualizados no CadÚnico, que concentra as inforamações dos segurados de programas assistenciais, cria uma inconsistência e por conseguinte, o benefício pode ser suspenso pelo INSS. Para evitar isso, o cidadão deve ir Centro de Referência e Assistência Social e atualizar suas informações. Logo após, deve comunicar o INSS para que o pagamento seja restabelecido.

Veja também: INSS: 14º salário é aprovado? Quem pode receber?