INSS: benefícios disponíveis para saque em menos de 30 dias

Com as medidas adotadas pelo INSS, haverá menos tempo de espera e menos preocupações para essas pessoas, que poderão contar com o dinheiro necessário para manter a sua qualidade de vida.

O INSS está trabalhando para reduzir o tempo de espera para a liberação dos benefícios para menos de 30 dias. Com medidas como a automatização do sistema e o aumento do número de servidores, espera-se que até 2024 seja possível agilizar ainda mais o processo.

Medida do governo traz esperanças aos segurados da previdência social. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

Agilidade nos benefícios

O INSS está implementando medidas para agilizar o processamento de solicitações de benefícios, como aposentadoria e pensão por morte. A expectativa é que até o ano de 2024, o prazo máximo para a liberação dos benefícios seja reduzido para 30 dias. Essa é uma excelente notícia para quem depende desses recursos financeiros para garantir a sua qualidade de vida.

Uma das medidas adotadas pelo INSS para acelerar o processo de liberação dos benefícios é a Atestmed. Implementada devido às longas filas na concessão dos benefícios, a Análise Documental do Benefício por Incapacidade Temporária, Atestmed, tem se mostrado uma forte aliada.

Veja também: https://pronatec.pro.br/inss-que-estou-em-uma-uniao-estavel/

Programa de Enfrentamento à Fila da Previdência Social

Sancionada pelo presidente Lula, a Lei nº 14.724/23, prevê a retomada do bônus de produtividade dos servidores, que irá ajudar a reduzir as enormes filas que o INSS enfrenta ao longo dos anos. Ela beneficiará tanto as análises já requeridas, quanto as novas solicitações de perícia médica.

Neste formato, fica admitido o uso de atestados médicos e odontológicos como comprovantes de incapacidades. Evitando assim, a fila para perícia minuciosa. Fica permitido também, o uso da telemedicina em situações onde o segurado se encontra muito distante dos postos de atendimento.

O programa tem duração tem 9 meses, mas pode ser estendido para até 12 meses (um ano) e vale para:

  • requerimentos com análise superior a 45 dias
  • serviços médicos periciais com prazo judicial expirado, agendamento superior a 30 dias ou realizados em unidades sem oferta frequente de atendimento
  • exames periciais de servidores públicos federais em casos de licença para tratamento de saúde ou por motivo de doença de familiar ou dependente

O bônus pago aos servidores funcionarão da seguinte forma:

  • o valor de R$ 68 serão repassados no caso de redução da fila do INSS
  • o valor de R$ 75 serão repassados por redução da perícia médica federal

As filas do INSS têm sido um problema constante e irritante para os cidadãos brasileiros. Quando precisamos dos serviços do Instituto Nacional do Seguro Social, como agendamento de perícias médicas, solicitação de benefícios ou atualização de cadastro, somos obrigados a enfrentar longas esperas e burocracias sem fim.

Enquanto outras instituições avançam na automatização de seus processos, o INSS ainda depende de procedimentos manuais e antiquados. Isso resulta em um tempo maior de espera para o atendimento e para a resolução dos problemas dos beneficiários.

O número de beneficiários dos programas do INSS só tem crescido ao longo dos anos, mas a estrutura do instituto não tem acompanhado essa demanda. Isso leva a um acúmulo de processos e atrasos na análise dos pedidos, ocasionando a formação de filas gigantescas.

Veja também: https://pronatec.pro.br/doencas-trabalho-lista-reval-pagamentos-inss/