- Publicidade -

Benefício EMERGENCIAL de até R$ 1.813,03 ou Auxílio de R$ 600: Qual eu tenho DIREITO?

Benefício EMERGENCIAL de até R$ 1.813,03 ou Auxílio de R$ 600 – Confira todos os detalhes sobre qual benefício poderá fazer parte do seu planejamento financeiro!

- Publicidade -

Em um momento de crise da economia nacional por conta do Covid-19 é importante ficar atento para todas as ajudas que podem fazer parte dos seus ganhos. Por isso muitas pessoas ficam em dúvida em qual é a melhor opção: o Auxílio de R$ 600 ou o Benefício Emergencial de até R$ 1,8 mil?

O que muitas pessoas não sabem é que podem ter o direito a um desses valores sem precisar sair de casa. Por isso é importante ficar atento para todos os benefícios sendo disponibilizados pelo Governo Federal neste momento. 

A seguir vamos falar especificamente sobre duas oportunidades diferentes. Entenda e saiba quem pode receber os valores e quais são mais interessantes de acordo com a sua situação atual. Repasse para amigos e familiares que poderão receber também essa ajuda. 

Benefício EMERGENCIAL de até R$ 1.813,03 ou Auxílio de R$ 600
Foto: Fepesil/TheNews2/Folhapress

- Publicidade -

Benefícios do Governo Federal disponíveis

Então quais são os principais benefícios do Governo Federal disponíveis neste momento? Existem muitas opções abertas para trabalhadores bem como para quem está em situação de desemprego. 

É o caso, por exemplo, do Auxílio Emergencial de R$ 600,00. Essa está sendo a principal fonte de renda de milhões de brasileiros de todas as regiões do país que são trabalhadores informais, desempregados ou autônomos e MEIs (microempreendedores individuais). Quem recebe o Bolsa Família também está nos requisitos. 

De acordo com a Caixa Econômica Federal, responsável pela distribuição dos valores, são mais de 60 milhões de brasileiros recebendo os valores neste momento. Por isso esse se transformou em um benefício tão importante. 

- Publicidade -

Quem pode receber o Auxílio Emergencial

E quem pode receber o Auxílio de R$ 600? É necessário, nesse caso específico, ter mais de 18 anos e não possuir um emprego formal (com carteira assinada) ou receber mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis. 

Confira tudo sobre os requisitos para receber o Auxílio Emergencial!

Muitas fraudes foram descobertas e ainda estão sendo investigadas. É o caso de pessoas que receberam os valores mesmo empregadas: como funcionários públicos, militares e empresários de diversas regiões do país. 

- Publicidade -

Portanto, se você quer receber o Auxílio Emergencial é necessário saber que não pode estar com carteira assinada ou recebendo algum outro tipo de benefício. É exceção o caso do Bolsa Família. 

Quem tem direito ao Benefício Emergencial

Outra opção é o BEm, também disponibilizado pelo Governo Federal. Mas e quem tem direito ao Benefício Emergencial? Esse é um auxílio voltado especificamente para quem teve sua vida como trabalhador alterada recentemente. 

Estão entre os cidadãos que podem receber o BEm:

- Publicidade -

  • Trabalhadores que tiveram o contrato suspenso temporariamente; 
  • Pessoas que passaram por redução de jornada ou de salário. 

A vantagem do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda é que ele pode chegar a até R$ 1.813,03 por mês. Mas é importante lembrar que esse não é um valor fixo, ele varia entre R$ 261,25 e pouco mais de R$ 1,8 mil. 

Ou seja, quem faz acordo poderá receber o BEm. Esse novo valor é pago pelo Governo Federal como um complemento de renda. Mesmo sem receber o salário integral, o trabalhador ainda deverá ter direito aos benefícios de plano de saúde e tíquete alimentação (em caso de suspensão de contrato). 

Auxílio ou Benefício Emergencial vale a pena 

Por fim, entre Benefício ou Auxílio Emergencial: qual vale mais a pena? Primeiramente você deve saber exatamente qual é a sua situação enquanto trabalhador. Se você está desempregado sequer poderá ter em mãos o BEm, mas poderá solicitar os valores de R$ 600,00. 

Agora, se você é um trabalhador e fez um acordo, a melhor opção é o Benefício Emergencial. Isso porque dessa forma você poderá ainda retomar o seu trabalho no fim da crise do coronavírus e pode continuar com benefícios essenciais como o plano de saúde. 

Caso você tenha sido demitido recentemente é importante ficar atento para o prazo máximo do pedido do Auxílio Emergencial. Para saber mais sobre as datas, acesse: https://pronatec.pro.br/prazo-maximo-para-solicitar-o-auxilio-emergencial/

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais