Afinal, beneficiários do Bolsa Família podem se aposentar ou receber OUTROS pagamentos do INSS? Entenda as regras

Aqueles que recebem o Bolsa Família sempre ficam em dúvida sobre quais benefícios podem acumular. Um exemplo disso são as aposentadorias.

O Bolsa Família é um programa crucial de transferência de renda do Governo Federal, destinado a apoiar famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no Brasil.

Paralelamente, o INSS oferece uma variedade de benefícios previdenciários, incluindo aposentadorias e auxílios.

Uma dúvida comum entre os beneficiários é se é possível acumular o Bolsa Família com benefícios do INSS, como a aposentadoria ou outros auxílios. Entenda as regras e saiba a verdade.

Você recebe o Bolsa Família e quer saber se isso te impede de se aposentar? Entenda as regras.
Você recebe o Bolsa Família e quer saber se isso te impede de se aposentar? Entenda as regras. / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Aposentadoria e Bolsa Família: uma combinação possível?

Para as famílias que dependem do Bolsa Família, a boa notícia é que a aposentadoria não é um impeditivo para continuar recebendo o benefício.

Isso, claro, desde que continuem a atender aos critérios de elegibilidade do programa, como manter a renda familiar per capita abaixo de R$ 218,00.

Portanto, é perfeitamente possível se aposentar e continuar a receber o suporte do Bolsa Família.

Não perca: Atenção inscritos no CadÚnico: o prazo para aproveitar a isenção de taxas está acabando

Outros benefícios do INSS e o Bolsa Família

A situação varia quando se trata de outros benefícios do INSS. Veja algumas possibilidades de acumulação:

  • Auxílio-doença: o recebimento do benefício pode continuar se o auxílio-doença não for por incapacidade permanente.
  • Auxílio-maternidade e salário-maternidade: durante o período destes benefícios, o Bolsa Família não é suspenso, pois eles são considerados direitos trabalhistas e não afetam a elegibilidade do programa.

No entanto, existem benefícios que não são compatíveis com o Bolsa Família, como:

  • Aposentadoria por idade: ao se aposentar por idade, o beneficiário geralmente deixa de receber o Bolsa Família.
  • Aposentadoria por invalidez: se concedida pela mesma incapacidade que justifica o recebimento do Bolsa Família, o benefício é suspenso.
  • Auxílio-acidente e pensão por morte: esses benefícios não são acumuláveis com o Bolsa Família se a renda per capita da família ultrapassar R$ 2.602,15 ou se não atender mais aos critérios de pobreza após a concessão do benefício.

Avaliação individualizada e suporte

Cada caso é único e deve ser avaliado individualmente.

É fundamental que os beneficiários consultem o INSS para uma análise precisa de sua situação e para determinar a possibilidade de acumulação dos benefícios e seus respectivos valores.

Para auxílio e orientação adicional, instituições como o CRAS e as Defensorias Públicas estão à disposição para oferecer suporte e informações.

Não perca: INSS vai revisar e SUSPENDER pagamentos? Entenda o comunicado recente do instituto e COMO se preparar

Onde buscar informações e apoio?

Para esclarecimentos sobre a compatibilidade entre o Bolsa Família e os benefícios previdenciários, é aconselhável buscar orientação junto ao INSS, através de seus canais oficiais (https://meu.inss.gov.br/#/login).

Outra opção é visitar um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) próximo.

Esses centros estão equipados para oferecer todo o suporte necessário para que você entenda melhor seus direitos e como proceder para garantir os benefícios aos quais tem direito.

Entender as nuances entre os diversos benefícios é crucial para garantir que as famílias em situação de vulnerabilidade possam maximizar o suporte financeiro disponível.

Calendário do Bolsa Família em abril

Por fim, os pagamentos do benefício deste mês já estão acontecendo, em conjunto com o Vale-gás nacional. Confira quando você pode receber.

Final do NISData de Pagamento
117 de abril
218 de abril
319 de abril
420 de abril (antecipado de 22)
523 de abril
624 de abril
725 de abril
826 de abril
927 de abril (antecipado de 29)
030 de abril

Acompanhe mais: Quem tem diabetes pode se APOSENTAR mais cedo? Entenda as regras do INSS para este caso