Azul e preto ou branco e dourado? Qual cor você enxerga?

No inesquecível caso do vestido, você viu azul e preto, ou branco e dourado? Imagem viralizada causa dúvidas e é alvo de vários estudos científicos; entenda!

Você certamente se lembra do famoso vestido que agitou a internet em 2015, conhecido como #TheDress. Este vestido gerou debates acalorados sobre a real cor dele: para alguns, azul e preto; para outros, branco e dourado.

Quase dez anos depois, essa intrigante peça de roupa ainda desperta curiosidade e continua movimentando comunidades de neurociência e gerando posts em redes sociais como TikTok e o Twitter.

Azul e preto ou branco e dourado? Qual é a cor do vestido? Crédito: Reprodução.
Azul e preto ou branco e dourado? Qual é a cor do vestido? Crédito: Reprodução.

O que é ilusão de ótica?

O caso intrigante é um exemplo clássico de ilusão de ótica, onde a percepção visual de uma pessoa pode diferir significativamente da realidade objetiva.

Especialistas explicam que nossa compreensão das cores está intimamente ligada a questões biológicas e a nossas experiências pessoais.

O entendimento de cor dos seres humanos tem relação com essas experiências passadas e fatores ambientais, como a exposição ao sol ou a tonalidades específicas do céu.

Leia mais: Polêmica do banho está bombando no TikTok: você toma banho virado para o chuveiro?

Como começou a polêmica do vestido azul e preto ou branco e dourado

Tudo começou na Escócia, na loja onde o vestido foi comprado. Cecilia Bleasdale, ao enviar fotos do vestido para sua filha, não esperava a confusão que se seguiria.

A filha viu a peça como branca e dourada, enquanto Cecilia e seu marido a viam azul e preta. A foto foi publicada no Facebook e depois no Tumblr, recebendo mais de 400 mil comentários em 48 horas.

Celebridades como Taylor Swift, Lady Gaga e Justin Bieber se juntaram ao debate, defendendo suas percepções das cores do vestido.

Azul e preto ou branco e dourado: Qual é a cor verdadeira?

O vestido, identificado como “Royal-Blue Lace Detail Bodycon Dress”, é oficialmente azul e preto e foi produzido pela marca inglesa Roman Originals.

Após a viralização, todas as unidades disponíveis foram vendidas em apenas 34 minutos, e o vestido foi utilizado em mais de 2,2 milhões de postagens nas redes sociais. Veja abaixo mais uma foto:

Este é o verdadeiro vestido. Crédito: Reprodução.

Entendendo o fenômeno

Especialistas afirmam que o fenômeno está mais relacionado com nossas vivências. A exposição a diferentes condições de luz pode influenciar a forma como percebemos as cores.

A neurocientista Claudia Feitosa-Santana, que pesquisa o fenômeno desde o início, menciona em seu livro “Eu Controlo Como Me Sinto” que a divergência de cor tem mais a ver com fatores ambientais do que genéticos.

Além disso, estudos indicam que a exposição a um céu mais azulado ou acinzentado pode modular nossa percepção das cores.

Leia mais: Empresa pode obrigar o trabalhador a gravar vídeos para o TikTok? Entenda a lei!

A lição do vestido

O caso do vestido #TheDress não é apenas um viral da internet, mas um interessante estudo de caso em neurociência e ciência da visão.

Ele revela as complexidades da percepção humana e como fatores externos e experiências pessoais podem influenciar dramaticamente a forma como interpretamos o mundo ao nosso redor.

Continua sendo um tópico fascinante para discussões, estudos e, claro, para relembrar um dos virais mais icônicos da história da internet.