Auxílio de até R$ 4,5 MIL para quem é MEI: saiba como solicitar

Confira as exigências!

O Governo Federal sancionou uma nova linha de empréstimo do SIM Digital para quem é Microempreendedor Individual (MEI). Agora, os empresários podem conseguir até R$ 4,5 mil em crédito para terem uma ajuda de custos com gastos de seus negócios.

Quer saber mais sobre a linha nova e quem pode participar? Então continue nos acompanhando logo abaixo para conferir todas as informações importantes que separamos especialmente para você!

Confira a nova linha de empréstimo do SIM Digital disponível para MEI
Confira a nova linha de empréstimo do SIM Digital disponível para MEI / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Novo empréstimo do SIM Digital para MEI

A princípio, o objetivo do projeto é facilitar o acesso a empréstimos para aqueles empreendedores que foram excluídos anteriormente do sistema financeiro nacional.

Além disso, o sistema ainda visa estimular esse grupo a formalizarem seus pequenos negócios, bem como aumentar a garantia de de consentimento de microcrédito para MEIs. Há a possibilidade, inclusive, disso ocorrer junto ao Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado.

Ademais, o benefício também busca atender demais empresas de médio e pequeno porte, assim como quem deseja empreender utilizando os recursos provenientes do Fundo Garantidor de Investimento (FGI), que está oferecendo R$ 3 bilhões em financiamento. O SIM Digital, por sua vez, é uma realização do Fundo Garantidor de Microfinanças da Caixa (FGM).

Veja também: 6 coisas que podem CANCELAR o seu MEI: não faça isso!

Quem tem direito?

Em suma, o SIM Digital destina-se àqueles que exercem atividades produtivas ou prestação de serviço nas categorias rural ou urbana. Para isso, as atribuições devem ocorrer através de forma individual, coletiva (junto aos demais trabalhadores) ou por MEIs no âmbito do Programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores (PNMPO).

Seguindo esses critérios, o benefício atende cada um dos casos de forma diferente. Por exemplo, pessoas físicas podem ter acesso a um valor máximo de R$ 1,5 mil, enquanto MEIs podem contratar até R$ 4,5 mil, com juros que podem chegar a até 3,6% mensalmente, podendo dividir as parcelas em até 24 vezes.

Fora isso, o valores possuem ainda outro grupo prioritário: as mulheres. Logo, até que esse público atinja cerca de 50% de proporção de contratação da nova linha, ele segue sendo prioridade. Contudo, até então a contratação não está disponível, visto que o Ministério do Trabalho e Previdência ainda precisa regulamentar o projeto. A expectativa, apesar disso, é de que a liberação da nova linha de empréstimo ocorra em breve.

Veja também: Você sabia que mesmo sendo MEI, é possível aumentar a contribuição para receber mais?