AUXÍLIO para PAIS SOLTEIROS? Saiba quem ainda poderá receber

Milhares de cidadãos sequer sabem que o pagamento segue sendo feito. Veja os detalhes a seguir e descubra se será contemplado.

Você sabia que existe um auxílio pago aos “pais solteiros”? Pois bem, trata-se de um valor retroativo referente ao pagamento do Auxílio Emergencial. De maneira resumida, o benefício segue sendo pago, e está sendo liberado de acordo com o número de parcelas não resgatadas.  Para saber você já recebeu, é só fazer a consulta.

Essa consulta pode ser feita pelo site da Dataprev, mas com um detalhe: agora o acesso depende da conta Gov.br. Caso você ainda não tenha, não se preocupe, basta informar o número do seu CPF. Depois de concluir o login será possível consultar o benefício. Mas atenção, é preciso cumprir com alguns requisitos para receber. Veja a seguir.

São até R$ 3 MIL, então não perca tempo e confira. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br).

Auxílio Pais Solteiros: quem de fato pode receber?

Antes de mais nada, é preciso destacar que os pagamentos estão sendo feitos aos pais solteiros chefes de famílias monoparentais que receberam ao menos uma das 5 primeiras parcelas do Auxílio Emergencial em 2020.

Mas não basta só isso. Isso porque, além de ser pai solteiro, desempregado e chefe de família, é preciso comprovar não ter cônjuge ou companheira e criar pelo menos um filho menor de 18 anos. É importante ressaltar também que não há inscrições para uma nova parcela do Auxílio Emergencial, uma vez que o pagamento é feito somente para os homens chefes de famílias monoparentais que receberam o benefício entre Abril e Agosto de 2020.

Ademais, também é fundamental estar com o registro atualizado no Cadastro Único (CadÚnico). A quantia total a receber tem como referência o número de parcelas que os pais ainda não receberam. Ela pode variar entre R$ 600 e R$ 3.000.

Veja mais: Auxílio Emergencial ACABOU de vez? Não vai ter pagamentos em 2023?  

Motivo do pagamento

Em 2020 e 2021, receberam o Auxílio Emergencial milhares de pessoas em empregos informais, desempregados, MEIs e beneficiários do então Bolsa Família. O benefício foi pago durante 16 meses, tendo sido encerrado em Outubro de 2021. Os repasses eram de R$ 600.

Contudo, entre Abril e Agosto de 2020, os pais solteiros chefes de família não receberam a cota dupla do benefício (R$ 1.200,00), assim como as mães solteiras chefes de família receberam. Por isso, agora estão sendo pagos para este público os valores retroativos do Auxílio Emergencial.

Isso não representa a volta do benefício, mas a compensação para este grupo que se viu prejudicado recebendo apenas a cota simples do auxílio durante alguns meses de 2020.

Descubra se você tem direito a receber

Se você se encaixa nos requisitos e está com dúvidas sobre o recebimento do Auxílio Emergencial Retroativo, basta fazer a consulta de elegibilidade. Para isso, é só ter os seguintes documentos em mãos:

  • CPF;
  • Nome completo;
  • Nome da mãe. Caso não saiba, selecione a opção “mãe desconhecida”; e
  • Data de nascimento.

Em seguida, siga o passo a passo abaixo:

  • Acesse o site da Dataprev: https://bityli.com/xLsbe;
  • Informe os seus dados pessoais, como: CPF, nome completo, nome da mãe (caso saiba), data de nascimento;
  • Clique em “Sou humano”;
  • Por fim, toque em “Enviar”.